A criativa Festa da Vindima no Clos Montmartre, Paris

Tempo de leitura: 1 minuto

Por Rogerio Ruschel (*)
Meu prezado amigo ou amiga, Montmartre é o bairro mais boêmio de Paris, território de artistas como Picasso, Modigliani, Toulouse-Lautrec, Renoir, Van Gogh e Gauguin – na verdade, de centenas de artistas pré-impressionistas, Impressionistas e pós-impressionistas.
Então não se pode imaginar que uma das festas mais tradicionais do bairro não tivesse como base da comunicação material gráfico caprichado, posteres muito bonitos como alguns dos que mostramos neste post.
A Festa da Colheita ou Festa da Vindima (Fête des Vendanges) neste pequeno vinhedo de 1.556 m² no coração de Montmartre, celebra a safra no início de outubro com um tema especial a cada ano.
Em 2013 a comunidade estará comemorando 80 anos da Fête des Vendanges e o tema será o amor (L’Amour) Veja o cartaz acima. Este tema tem a ver com uma das atrações de Montmartre, o Muro do Amor, uma instalação interativa internacional perto da estação de metrô Abesses (abaixo, durante a gesta de 2012).
A festa inclui muitos dias de celebrações, exibições de artistas de rua, uma parada musical e teatral que percorre animadamente as ruas do bairro, concertos em um palco (Charles Aznavour quando não participa adora assistir), pocket-shows e uma grande queima de fogos na Linda Igreja Sacre Coeur.
E como estamos em Paris certamente teremos um festival de gastronomia com produtos típicos como queijos, pães e doces artesanais para adultos e crianças, como chocolates especiais. Tudo em barraquinhas que ficam lotadas – veja a foto abaixo, do evento de 2012.
Gastronomia, é claro, harmonizada com vinho frances de primeirissima qualidade – de Montmartre, Bordeuaux, Alsacia ou Borgonha.
Quer saber mais sobre o Clos Montmartre? Veja um post publicado aquihttp://www.invinoviajas.com/2013/05/clos-de-montmartre-o-pequeno-vinhedo/ no In Vino Viajas em maio de 2013.
Veja abaixo outros cartazes da coleção.
 (*) Rogério Ruschel rogerio@ruscheleassociados.com.br  – é jornalista de turismo, enófilo e consultor especializado em sustentabilidade. Foi a Paris por conta dele mesmo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *