São José dos Ausentes: frio do brabo, comida da boa, paisagem da linda e aventuras de tirar o chapéu

Tempo de leitura: 5 minutos

Por Rodrigo Ruschel (*)
Um passeio com seu pai e seu sogro pode ser bom? Se for com o meus, pode ser ótimo! Além da excelente companhia dos meus amigos, tive a oportunidade de conhecer um dos lugares mais bonitos do Brasil, São José dos Ausentes – RS. Situado nos Campos de Cima da Serra, divisa do RS com SC, a cidade tem pouco mais de 3.000 habitantes. Conhecido pelo frio intenso que deixa os campos brancos de manhã (veja abaixo) o município oferece um grande número de pousadas e hotéis- fazenda, sendo o turismo o grande impulsionador da economia da região, além da pecuária e das madeireiras.
A viagem de Porto Alegre até a cidade já é um grande passeio. Passamos por paisagens e cidades lindas, como São Francisco de Paula e Cambará; desta última até São José dos Ausentes a estrada é toda de terra, passando por vales e morros, às vezes por pontes de madeira. Mas se preferir um roteiro mais confortável, pode-se ir até Bom Jesus e utilizar estrada asfaltada, o que aumenta a viagem em uns 60 km.
No trevo de acesso a São José dos Ausentes há um CIT Centro de Informações Turísticas, ali todos estão preparados para te ajudar, sabem onde ficam todas as pousadas e pontos turísticos, são informados sobre a temperatura, afinal 10 entre 10 visitantes estão atrás do frio, e se possível da neve! Além de informações o centro oferece alguns produtos feitos na região, geléias e sucos de mirtilo, produtos em couro, artesanato e lã, ainda tem um “mini-museu”, com algumas peças características da serra gaúcha.
A cidade oferece diversas pousadas, mas para vovenciar melhor a serra gaúcha recomendo ficar nas pousadas-fazenda, em sua maioria distantes do centro da cidade. Ficamos hospedados a 29km do centro, fazendo o chamado turismo rural, na fazenda Potreirinhos, (http://www.fazendapotreirinhos.com.br/) comandada pela Da. Nilda e pelo seu Chico, pessoas extraordinárias que não vão medir esforços para você ter a melhor estadia possível. Afinal, receber bem é uma tradição gaúcha levada muito a sério!
A região hoje é muito conhecida pela pesca da Truta arco-íris e pescadores do Brasil inteiro, e até do exterior vão até São José dos Ausentes praticar este esporte no Rio Silveira. Na pousada conhecemos três paulistas que estavam lá para pescar, sendo que um deles frequentava a pousada há mais de 15 anos. A atividade esportiva está tão desenvolvida que hoje representa uma atividade econômica muito importante, tendo havido até projetos, como o do Graxaim Carçado, do qual um dos idealizadores e incentivadores é o cartunista caxiense Iotti, que busca valorizar e divulgar o esporte.
São José dos Ausentes tem uma das vistas mais bonitas do Brasil; chegar no ponto mais alto do Rio Grande do Sul, o pico do Montenegro, com mais de 1.400 m e ver a imensidão até onde a sua vista alcança é indescritível. Estas paisagens deslumbrantes te convidam para outras duas grandes atividades, a caminhada e a cavalgada.
Existem grupos de caminhada que vão mensalmente para os Ausentes, como o grupo de Bento Gonçalves chamado Indiada Buena que promove caminhadas, acampamentos e aventuras em meio a natureza, uma grande oportunidade de conhecer os cânions, cachoeiras e outros cartões postais que a cidade tem para oferecer. E, é claro, cavalgadas.
A nossa grande aventura foi a cavalgada, fizemos duas nos dias em que estivemos lá, a primeira até a vista do Cachoeirão dos Rodrigues (acima), uma queda d’água com 28m, mas como havia chovido na noite anterior o volume de água estava muito alto e não pudemos passar sobre a cachoeira. A outra cavalgada foi até a Cachoeira do Dez (abaixo): saindo da pousada tivemos que atravessar o Rio Silveira, subir e descer diversos montes e morros. É uma queda d’água menor, mas não menos bonita, e uma cavalgada mais difícil, pois toda ela é feita no campo, com muita pedra.
Todas as refeições foram feitas na pousada, e a comida, meu caro leitor, é de tirar o chapéu! Pra quem gosta de boa comida campeira, não tem lugar melhor, e todas as pousadas oferecem o melhor da culinária caseira gaúcha, como carne de panela com pinhão (um toque especial da região), leitão a pururuca, matambre recheado, sopa de capeletti, trutas e o tradicional churrasco.
Para acompanhar este festival gastronômico tínhamos sempre à disposição algumas cachaças caseiras, como de bergamota (ou mexerica/tangerina para os não-gaúchos), zimbro e outras, porque com o frio é bom para dar uma esquentada e abrir o apetite. Além da cachacinha tipica as pousadas vendem água, refrigerantes, cerveja e vinhos – embora esteja na serra gaúcha, esta região não é produtora de vinhos, mas você vai encontrar os melhores vinhos gaúchos por lá.
Com estas comidas, paisagens e vinhos você pode tranquilamente passar os 1,7 °C negativos da primeira noite e os 4° negativos da segunda noite, além obviamente, de ficar ao redor de lareirias e estufas que aquecem todos os ambientes do salão da Pousada Fazenda Potreirinhos.
Se você gosta de frio, boa comida, paisagens deslumbrantes, vistas de tirar o fôlego e aventuras, não deixe de conhecer São José dos Ausentes.
Dica final: Passando por São Francisco de Paula você deve parar e almoçar na Galeteria da Dinda, onde além de ter o melhor capeletti da região, a pode saborerar um galeto inesquecível e o churrasco de pinhão, uma espécie de bolo de carne de vaca e porco com pinhão no meio, realmente uma delícia!
Com essa dica fica meu abraço, aqui de cima deste cavalo companheiro – um brinde, caro leitor.
(*) Rodrigo Ruschel (rodrigoruschel@hotmail.com) é publicitário, gaúcho dos quatro costados, afilhado do editor deste blog e gosta de experimentar novidades e aventuras; esteve em São José dos Ausentes por conta dele mesmo

 

2 Comentários


  1. Olá Rodrigo!!!

    Estarei em São José dos Ausentes no próximo mês, faço remada de longas distâncias, saberia me dizer se o Rio Silveira é acessível para Stand Ip paddle?

    Gratidão

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *