Pesquisa mostra: o mundo produz vinhos com mais de 2.000 diferentes tipos de uvas

Tempo de leitura: 1 minuto

 

Por Rogerio Ruschel (*)
O blog EnoEventos de Oscar Daudt divulgou que a Universidade de Adelaide, na Austrália, realizou um abrangente levantamento de dados sobre plantio e produção de uvas patrocinado pela Grape and Wine Research Development Corporation em vinhedos em todo o mundo;  a variedade de Vitis Vinifera mais plantada no mundo a partir de 2010 é a Cabernet Sauvignon, acima.

 

No total, foram pesquisados os vinhedos de 44 países, em mais de 500 regiões vinícolas e mais de 2000 variedades de uvas. Veja acima a Merlot, bem escura, e abaixo, a Chardonnay. Os dados levantados correspondem aos anos de 2000 e 2010, com algumas informações disponíveis também para o ano de 1990.

 

O estudo mostra dados de 1.469 variedades de uvas utilizadas para produção industrial de vinhos. E mostra que as variedades mais plantadas no mundo são a Cabernet Sauvignon (290.000 hectares em 2010 – uva tinta, originária da França/Bordeaux); Merlot (267 mil Ha, tinta, teoricamente nativa da França); Airen (252 mil Ha – branca, nativa da Espanha); Tempranillo (232 mil Ha – branca, nativa da Espanha) e a também branca Chardonnay (298 mil Ha, nativa da França/Borgonha).                          Veja o quadro com as 50 mais plantadas no quadro abaixo.

 

As variedades menos plantadas no mundo, com  menos de 1 hectare, são a Taming, Terret Gris, Valerien, Vineti e finalmente a Xinomavro (White).
(*) Rogerio Ruschel é jornalista, enófilo e não tem preconceito contra nenhuma variedade de vinho – apenas contra vinhos ruins.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *