Surf na taça: um vinho português que vai pra praia com você

Tempo de leitura: 1 minuto

 

Por Rogerio Ruschel (*) 
No Brasil praia combina com cachaça e cerveja. Em nossos milhares de quilômetros de praia é difícil encontrar alguém tomando vinho, mas isto é uma questão de hábito (e cultural, certamente) porque o vinho pode e deve regar os melhores momentos da sua vida, onde quer que eles aconteçam. Então, porque não na praia? Estes surfistas portugueses da foto abaixo pensam em vinho até debaixo d’água, como dá pra imaginar…

 

 

Não sou surfista, mas pelo que eles dizem, um bom dia desurfe significa boas horas de conversa com os amigos, recarregar as baterias com energia solar, uma boa comida, um ambiente relax. Um bom dia do surffaz você esquecer a crise e pode “salvar a alma” de uma semana ruim no trabalho.

 

Então se for assim, um dia de surfe merece um brinde!Esta foi a ideia do designer IsaacAfonso e do redator Tiago Cruz da agência JWT de Lisboa, ao transportar para a embalagem de um vinho português da Quinta do Monte d’Oiro Estate uma homenagem às ondas e à comunidade de surfde Peniche, Portugal – veja as sandalinhas na foto acima…  Esta praia é chamada de “Califórnia da Europa”, tem prestígio internacional e nela se realiza uma etapa do ASP World Championship Tour todos os anos. Interessado no vinho? 

 

Pois os vinhos da sandalinha podem ser encontrados no badalado (e tradicional, com quase 32 anos de praia) restaurante local Tasca do Joel, em lojas de surf e hospedarias de surfistas. O Tasca do Joel serve vinhos e quitutes na beira da praia – veja acima as bandeiras do restaurante na praia e abaixo o que espera a rapaziada corajosa quando bate a sede e a fome –

 

Para registro: Peniche é uma praia que fica próximo da praia de Nazaré conhecida pelas ondas gigantes, onde, recentemente a surfista brasileira Maya Gabeira quase morreu.
 (*) Rogerio Ruschel é jornalista, enófilo, gosta de praia mas não pratica surfe

 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *