Messi vai levantar a taça – mas vai ser uma taça do vinho “Leo” em Avilés, na Espanha, no Famous Wine Festival

Tempo de leitura: 4 minutos

 

Por Rogerio Ruschel (*)

Entre 12 de junho e 16 de julho de 2014 o craque Lionel Messi estará no Brasil tentando levantar a taça da Copa do Mundo para a Argentina, mas não vai conseguir por duas razões: primeiro porque o Brasil será penta-campeão e em segundo lugar porque do jeito que andam as coisas no Barcelona, este ano Messi não vai ganhar mais nada… Mas o craque, pelo menos em pensamento, estará em Avilés, cidade da Asturias, na Espanha, onde na mesma época milhares de pessoas vão levantar taças com vinhos de sua marca – a Leo – durante a quinta edição do Famous Wine Festival (FWF).Que, aliás, é um grande sucesso.

 

O Famous Wine Festival é realizado no contexto do “Plan de Competitividad de Turismo Gastronómico de Asturias”, que associa cultura, arte, vinho e gastonomia na região do Principado de Astúrias. O festival é realizado há 4 anos e tem uma característica interessante: usa personalidades para fazer o lançamento de vinhos com suas marcas, como já o fez com Gerard Depardieu, Brad Pitt e Angelina Jolie, Iniesta (veja em outro post), Francis Ford Coppola e Julio Iglesias, entre outros. Neste ano de 2014 os produtos mais badalados serão os das marcas George Clooney (sim, o bonitão multi-premiado por Hollywood) e Lionel Messi – mas nenhum dos dois já confirmou presença.

 

Aliás, o Messi é mesmo um cara esperto: todo mundo estranhou o terno vermelho cor de vinho tinto (foto abaixo) utilizado por ele no evento da Bola de Ouro em janeiro deste ano, quando o português Cristiano Ronaldo ganhou o prêmio de melhor jogador de futebol do mundo.

 

Messi se destacava na multidão de ternos pretos (veja na foto abaixo ele está do ladoe esquerdo), por causa do terno cor de vinho criado pela Dolce & Gabbana e que, segundo dizem, Messi utilizou pela módica quantia de 1 milhão de Euros. Quer dizer: além de ganhar esta grana toda da Dolce & Gabbana, ainda conseguiu uma foto muito adequada para a vinicola argentina promover seu produto. O cara é bom mesmo!

 

Os vinhos com a marca Leo, o apelido de Lionel Messi, foram lançados pela Vinicola Bianchi, de San Rafael, Mendoza, Argentina, em 2012, e estão sendo vendidos em 35 paises; parte do lucro das vendas é destinado à Fundação Lionel Messi, para projetos sociais como o atendimento a crianças pobres da Argentina que o craque faz questão de realizar.

 

Os vinhos Leo tem preços acessíveis – pelo menos na Argentina: o vinho branco e o tinto malbec custam em torno de R$ 14,50; o espumante Extra Brut foi lançado custando R$ 26,40 e a a linha mais sofisticada, com a cepa Malbec Premium foi lançado custando pouco mais de 30 Reais. Os produtos da Vinicola Bianchi podem ser encontrados com facilidade no Brasil – pelo menos o vinho Don Valentín, um dos mais vendidos.

 

E quando você estiver em Avilés para comer e beber as atrações gastronômicas do Festival, aproveite e visite um pedacinho do Brasil que está lá: o Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer. Em 1989 o arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer recebeu o Prêmio Príncipe das Astúrias e anos depois criou e doou à cidade o projeto de um centro cultural que foi construído pelo governo espanhol e inaugurado em 2011- veja abaixo, é um legítimo Niemeyer.
O centro é o único projeto de Niemeyer na Espanha e inclui um Auditório para cerca de 1.100 espectadores; a Cúpula, que é um espaço de exposição com cerca de 4.000 m²; a Torre, que é um mirante sobre o estuário e a cidade, com 13 metros de altura, onde fica um restaurante, e o Film Centre, um conjunto de espaços para ensaios, reuniões, seminários e conferências.

 

Outros posts da série Taças na Copa:

(*) Rogerio Ruschel mora e trabalha em São Paulo, é jornalista, enófilo e vai ter o prazer de ver o Brasil levantar a taça Copa do Mundo 2014

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *