Chile premiado: conheça os 1.368 vinhos de 175 vinícolas com prêmios internacionais no WRW&S 2014 – o ranking dos rankings

Tempo de leitura: 3 minutos

 

Por Rogerio Ruschel (*)
É muito importante para uma marca de vinhos conquistar prêmios, porque são indicadores de qualidade para o consumidor final e o reconhecimento de analistas especializados – como críticos, sommeliers, enólogos, fabricantes, chefs e jornalistas – certamente influencia as vendas dos produtos. No mundo do vinho existem muitos concursos, e a World Association of Wine Writers and Journalists – WAWWJ (Associação Mundial de Jornalistas e Escritores sobre Vinhos em livre tradução) organiza o World Ranking Wines & Spirit, um ranking dos rankingsque soma a pontuação das empresas vinícolas e dos vinhos a partir dos prêmios conquistados em concursos internacionais durante o ano. 

 

Em 2013 foram realizados 490 concursos de vinhos no mundo; destes a WAWWJ coletou os dados de apenas 75 concursos considerados internacionais por terem concorrido fabricantes de pelo menos 5 países e de cuja Comissão Julgadora participou pelo menos um associado da entidade. Para a consolidação do World Ranking Wines & Spirit 2014 foram avaliados mais de 650.000 vinhos de todo o mundo. Os dados são fechados no fim de janeiro de cada ano posterior, e os resultados são divulgados no inicio de abril. 

 

O Chile foi o sétimo país mais premiado e teve 6 vinhos incluidos na lista dos Melhores Vinhos do Ano, da qual fazem parte todos os vinhos que tenham recebido uma pontuação mínima anual de 125 pontos, o equivalente a cerca de quatro medalhas de ouro em competições internacionais – veja a lista dos seis Vinhos do Ano abaixo.

O sétimo lugar no ranking se deve ao fato de que a indústria viníola do Chile conquistou 2.168prêmios participando de 30 concursos em 2013, nos quais 1.368 diferentes rótulos de vinhos ganharam pelo menos um prêmio, acumulando 34.744,81 pontos para a classificação mundial de vinhosde 2014. Em 2013 o Chile havia obtido 1.679 prêmios em 31 concursos dos quais participou durante o an de 2012, alcançando a pontuação de 30.087,95 pontos. Trata-se de um crescimento de cerca de 12%. Veja o quadro abaixo com os países mais pontuados, até o 23o. lugar.

 

A Melhor Empresa Vinícola do Chile (The Best Wine Society WRWS 2014) foi a ViñaLuis Felipe EdwardsLtda com 125 prêmiosem 12 competições, alcançando a pontuação de 2.242,07pontos. A Viña Luís Felipe Edwards repete e amplia o sucesso de 2013, quando havia conquistado 91 prêmios em 11 concursos realizados durante o ano de 2012, alcançando  um total de 1.908,60 pontos. Veja a colocação das 20 principais vinicolas chilenas no quadro abaixo.

O melhor vinho chileno em 2014 (Best WRWS Vinho 2014) segundo a World Association of Wine Writers and Journalists – WAWWJ foi o Luis Felipe Edwards 900 Blend 2010 com seis prêmios em seis competições, atingindo a pontuaçãototal de 161,50 pontos.Na edição de 2013 (prêmios conquistados em 2012) o melhor vinho chileno foi o Pisco Reservado Bauza Doble Destilado 40º também com seis prêmios em seis competições realizadas durante 2012, atingindo a pontuaçãototal de 240,16 pontos. Veja o quadro abaixo com os 20 vinhos chilenos mais premiados em 2013.

Para conhecer a metodologia, os critérios, os concursos considerados e ver detalhes da premiação de cada vinho, acesse http://www.wawwj.com/2014/_SP/home.php

Para conhecer o desempenho de outros países no mercado mundial acesse:
(*) Rogerio Ruschel é jornalista e editor do “In Vino Viajas”, o mais internacional blogue de enoturismo, cultura do vinho e turismo de qualidade do Brasil, com leitores em 98 paises.

Acesse mais de 200 posts em http://invinoviajas.blogspot.com.br/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *