10 antigos cartazes de vinhos espanhóis: a criatividade gráfica ajudando a construir a imagem de marca há mais de 100 anos

Tempo de leitura: 1 minuto

Por Rogerio Ruschel (*)
Nestes tempos de internet 24 horas e de oferta amplamente disseminada em supermercados e lojas especializadas, a escolha de um vinho pode ser uma tarefa influenciada especialmente pelo preço (como informam as pesquisas), mas certamente a decisão de compra também será influenciada pelo que sabemos ou imaginamos saber sobre o produto, a região de produção, a safra ou seu fabricante.

 

Como todo e qualquer produto a primeira impressão e a percepção da identidade que temos sobre um vinho pode ser fundamental para uma escolha no momento ou no futuro. O processo de criação da identidade de um vinho é feito por atividades de comunicação e marketing, mais ou menos sofisitcadas, mais ou menos complexas.
Algumas décadas atrás cartazes de ponto de venda (em armazéns, lojas, comércio de alimentos e bebidas e nas vinícolas) eram peças fundamentais na criação desta imagem de marca ou de identidade do produto. Os cartazes eram feitos em vários formatos, desde posteres até como cartões postais. Alguns deles são da escola artística Art Noveau, das primeiras décadas do século XX, um estilo inspirado por formas e estruturas naturais, flores e plantas, linhas curvas e ambiente natural amplamente adotado na propaganda, como abaixo.

 

A Art Nouveau (nome francês) foi muito popular na Europa, onde ficou conhecida como Jugendstil na Alemanha, Arte Moderna na Rússia, arte Secessão na Áustria-Hungria e como Stile Liberty na Itália e entre seus expoentes estavam o tcheco Mucha, com peças como o cartaz do conhaque Benedictine de 1898, abaixo. 
Algumas empresas vendem estes cartazes para decoração e o portal Vinopack reuniu alguns cartazes de vinhos espanhóis, dos quais In VIno Viajas apresenta alguns para sua alegria.
Meu caro leitor, um brinde a isso!
Para saber mais sobre a Art Noveau na arquitetura de Praga acesse
Rogerio Ruschel é editor deste blog e gosta de comunicação visual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *