Conheça cinco das mais impressionantes paisagens com vinhedos do mundo

Tempo de leitura: 4 minutos

 

Por Rogerio Ruschel (*)
Meu prezado leitor ou leitora, vinhedos sempre são paisagens bonitas, mas em alguns locais, mais do que bonitos, são simplesmente espetaculares – como o vale de Okanagan, na Columbia Britânica, Canadá, na foto acima. E é claro que cada um de nós vai ter sua própria lista de vinhedos sensacionais, mas a partir de uma seleção feita pelo site espanhol Vinopack, pesquisei alguns deles para apresentá-los a você neste post: são encantadores em termos visuais, independentemente de suas qualidades como fornecedores de uvas para vinhos, como os estranhos vinhedos das Ilhas Canárias, na foto abaixo.

 

Alguns destes vinhedos já foram tombados pela Unesco como Patrimônio da Humanidade por sua beleza, pela cultura associada a ele, ou ainda pela relevância histórica, geológica ou econômica e por causa disso já foram apresentados aqui no In Vino Viajas – por exemplo, veja aqui: http://invinoviajas.blogspot.com.br/2013/03/seis-vinhedos-patrimonio-da-humanidade.htmlVamos a eles – e se você quiser acrescentar o seu predileto, basta escrever. Na foto abaixo o Lago Chelan, no estado de Washington, Estados Unidos.

 

Okanagan – British Columbia, Canadá – fotos abaixo
O Vale de Okanagan, na Colúmbia Britânica, Canadá é conhecida também como a “Napa Vale do Norte”, uma referência a principal região vinjícola da Califórnia. É uma das principais regiões vinícolas do Canadá e suas mais de 120 vinícolas produz vinhos tintos, brancos e o famoso ice wine, um vinho de sobremesa feito com uvas congeladas. Os canadenses trabalham com o minimo possivel de produtos químicos e a cada ano que passa conseguem um pouquinho mais de prestígio pelos vinhos – e evidentemente pelas belezas cênicas da região. 

 

La Geria – Lanzarote, Islas Canarias – España – fotos abaixo
Lanzarote é a ilha mais oriental do arquipélago das Canárias, uma das regiões autônomas da Espanha e um destino turístico muito badalado para europeus. Como outros produtos agrícolas, as videiras foram plantadas no solo de lava negra que forma a ilha e por causa disso as uvas dão bons vinhos mineralizados, especialmente brancos, entre os quais o da uva malvasia vulcânica, um vinho excepcional. Mas o mais interessante é o modo produtivo: os viticultores fazem cavas, buracos de cerca de 3 metros de profundidade com 2/2,5 metros de diâmetro e plantam a videira lá dentro, o que acaba criando umapaisagem única em Lanzarote, paisagem esta que atinge o seu picoem La Geria, um Parque Nacional com mais de 5.500 hectares com vinhedos que parece uma paisagem lunar. Veja aqui: http://invinoviajas.blogspot.com.br/2014/01/conheca-o-vinho-malvasia-que-nasce-na.html

 

 

Vale dos Vinhedos – Serra gaúcha, Brasil – fotos abaixo

Na minha opinião o Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha, tem alguns dos mais belos vinhedos do mundo. Muitos concordam com isso, inclusive a revista norte-americana Wine Enthusiast que a colocou em uma lista dos 10 melhores destinos enoturísticos do mundo para se visitar em 2013. O Vale dos Vinhedos – a primeira Denominação de Origem (DO) e principal região produtora de vinhos do Brasil – oferece vários roteiros turísticos entre os quais os Caminhos de Pedra, Vinhos de Pinto Bandeira, Estrada do Sabor, Rota das Cantinas Históricas e o Vale do Rio das Antas. Além da gastronomia italiana você poderá visitar dezenas de vinícolas e degustar vinhos tintos merlot, cabernet sauvignon, cabernet franc e outros e brancos feitos com uvas riesling, chardonnay, muscat, malvasia e glera. In Vino Viajas já publicou muitas reportagens sobre o Vale dos Vinhedos; por exemplo, veja essa: http://invinoviajas.blogspot.com.br/2013/01/serra-gaucha-e-um-dos-10-melhores.html

 

Franschhoek – Cabo Ocidental, África do Sul – fotos abaixo
Os vinhedos na região holandesa do Cabo Ocidental, na África do Sul, são verdadeiros cartões postais dentro de paisagens que também são cartões postais em cidades como Barrydale, Montagu, Ashton, Bonnievale, Tulbach, Paarl e Wellington. Rica em herança holandesa, a região tem várias rotas de vinho, mas se você somar as Rotas Vinícolas dos distritos de Paarl, Stellenbosch e Franschhoeck vai ter a maior do mundo – pelo menos é o que e les dizem. Estive lá e In Vino Viajas já publicou várias reportagens sobre a região, com fotos belíssimas; uma delas está aqui: http://invinoviajas.blogspot.com.br/2012/06/cidade-do-cabo-o-charme-holandes-e-rota.html

 

Chelan – Washington, Estados Unidos – fotos abaixo
Este vinhedo abaixo, da Vinicola Benson, parece um tobogã de cores que sobem e descem as colinas na região do Lago Chelan, no estado de Washington. Washington é um importante produtor de vinhos nos Estados Unidos e junto com o Oregon conta com 26 AVAs (American Viticultural Area, a Denominação de Origem dos Estados Unidos) onde são produzidos vinhos pinot gris, sauvignon blanc, semillon e os tintos com uvas pinot noir, cabernet sauvignon e riesling. A cidadezinha de Chelan, que tem menos de 4.000 moradores, tem uma renda familiar média acima de US$ 33,662.00, o que evidencia a importância econômica destes vinhedos bonitos.

 

(*) Rogerio Ruschel é editor de In Vino Viajas e gosta de vinho e de viajar

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *