Lideres da indústria do vinho e do turismo se encontrarão nos Congressos Internacionais da Aenotur em 2015: na Europa, em julho, e na América do Sul em setembro

Tempo de leitura: 5 minutos

–>

Por Rogerio Ruschel (*)
Meu caro leitor, anote: a Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur) realizará dois congressos internacionais em 2015 – na Europa e na América do Sul – com uma diferencial importante: países da América Latina não serão apenas assistentes, e sim protagonistas. A razão é que a Aenotur reúne como associados municípios e entidades de desenvolvimento do turismo e da cultura relacionados ao vinho de sete países associados: Brasil, Uruguai, Argentina, Itália, Portugal, França e Espanha. No total cerca de 500 municípios dos dois continentes estarão sendo representados. Veja abaixo os objetivos estratégicos da Aenotur.

–>

Como a Aenotur é a primeira organização que busca estabelecer pontes de intercâmbio, conhecimento e mercado entre os paises ibéricos e sul-americanos, In Vino Viajas está acompanhando e divulgando o desenvolvimento e os trabalhos da entidade – veja no fim desta reportagem duas entrevistas sobre o assunto.

–>

Buscando o turista internacional

O Congresso na Europa será realizado de 2 a 4 de julho nas cidades portuguesas de Viana do Castelo, Ponte de Lima-Melgaço-Monção e em Cambados, cidade espanhola. Com o nome de Congresso Internacional de Enoturismo – Europa se propõe a ser o principal evento internacional do Enoturismo na Europa em 2015. Durante os dois dias do evento serão apresentadas conferências abertas, workshops e intercâmbio de cases e exemplos de projetos enoturisticos. Também será possível aprender sobreo interesse e as possibilidades de oferecer os produtos de enoturismo dos associados no mercado internacional, em mercados como Inglaterra, França, Alemanha e Ásia.

–>

O presidente da Aenotur eprefeito de Cambados, Luis Aragunde (foto acima), tem divulgado as iniciativas da Aenotur e no começo de abril garantiu o apoio da diretora de Turismoda Galícia, Nava Castro, ao evento. Em recente entrevista exclusiva ao In Vino Viajas, Aragunde destacou que entre as prioridadesdo grupo estão a busca de um “posicionamento a nível internacional” das rotas dovinho dos países associados, bem comocriar uma rede internacional para promover estes destinosem todo o mundo.

–>

Outra atividade importante será a presença de jornalistas especializados, editores de blogues na internet, porque diversas pesquisas demonstram a força dos blogues de turismo para a atividade. Uma destas pesquisas, realizada pela Associazione Nazionale Città del Vino, que representa 500 cidades, 140 “estradas do vinho”, 4.000 albergues,1.500 fazendas agroturísticas,  188 campings e milhares de restaurantes, identificou que a internet é a fonte responsável por 89,2% da escolha dos turistas na procura por programas e hospedagens. Já outra pesquisa, realizada pela Great Wine Capitals (GWC) – a Rede Mundial de 10 “capitais do vinho” – revela que o turismo relacionado à produção e à cultura do vinho tem importante contribuição econômica, social, ambiental e cultural para as comunidades vinícolas, e a internet é um canal de informação prioritário sobre as oportunidades. Outro exemplo é este blog que você está lendo, In Vino Viajas, que mesmo sendo escrito em Português, tem dezenas de milhares de leitores em 121 países, atingindo mais de 4.000 comunidades produtoras de vinhos e centenas de formadores de opinião. Apenas como exemplo, veja na foto abaixo o registro de leitores de 10 países acessando o In Vino Viajas quase ao mesmo tempo.

–>Uma Estrada  do  vinho na América Latina

Sessenta dias depois, em setembro de 2015, será realizada a 5a. edição do Congresso Latino Americano de Enoturismo, no Uruguai. In Vino Viajas entrevistou Wilson Torres, Presidente da Associación de Turismo Enológico del Uruguay – Caminos del Vino, diretor de turismo e eventos da Establecimiento Juanicó, tradicional produtor de vinhos em Canelones, e Presidente do Comitê Organizador do Congresso.

–>Segundo Wilson Torres (na foto acima, durante uma entrevista para a televisão), “O que o comitê organizador espera é lotar a sala de convenções do Sheraton Hotel Montevidéu; que todos os países envolvidos na atividade de enoturismo estejam presentes e que dentre eles, os países da América do Sul participem maciçamente”. Torres acredita que promoção do turismo ligado à cultura e ao turismo do vinho feita como um trabalho conjunto com outras cidades e outros países da America Latina “vai nos dar a possibilidade de criar uma  verdadeira “Estrada  dos  vinho da América”, nos educar em qualidade de serviços, permitir a criação de manuais de boas práticas com padrões similares, e fundamentalmente facilitar a divulgação de nossas atrações.” Abaixo, um mapa simplificado das regiões vinícolas do Uruguai.

–>Como dirigente da Associación de Turismo Enológico del Uruguay – Caminos del Vino, Torres aprendeu que “as experiências de uns podem ser valiosas para outros, e que somente com o trabalho coletivo os países da America Latina poderão estabelecer pontes mais profícuas com o mercado europeu”. Sobre o Congresso de setembro, Wilson Torres espera que “as palestras e os palestrantes dividam experiências e conhecimentos que possam ser transmitidas às novas gerações que serão as encarregadas de levar àfrente o negócio enoturístico, com a finalidade de se preparar para receber um público cada vez mais conhecedor e exigente.” Torres continua: “E como o Uruguai será o país anfitrião, espero o reconhecimento dos operadores de turismo participantes pela qualidade da proposta enoturística do Uruguai, caraterizada por ser sumamente personalizada, realizada em projetos vinícolas familiares e atendidas majoritariamente por seus próprios donos.”

Meu caro leitor, vamos ajudar a estabelecer as pontes entre os dois continentes? In Vino Viajas vai mantê-lo sempre bem informado.

–>

Informações sobre os eventos: http://www.aenotur.org/
Entrevista com Luis Aragunde Aragunde, presidente da Aenotur – http://www.invinoviajas.com/2015/03/espanhol-que-preside-aenotur-apresenta/
Entrevista com Ivane Fávero, Vice presidente para América Latina da Aenotur – http://www.invinoviajas.com/2015/02/secretaria-de-turismo-e-cultura-de/

 

Pesquisa da Associazione Nazionale Città del Vino  – http://www.invinoviajas.com/2013/08/a-importancia-da-internet-para-o/

 

(*) Rogerio Ruschel, editor de In Vino Viajas está comprometido em divulgar as atividades da Aenotur e de todos os profissionais que compreendem a importância do enoturismo para as comunidades.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *