Aenotur encerra o 4o. Congresso Internacional de Enoturismo com sede própria em Portugal, novos dirigentes e um sucesso que vai ficar no coração.

Tempo de leitura: 5 minutos

Por Rogerio Ruschel (*)
Meu caro leitor ou leitora, vivi fortes emoções nesta primeira semana de julho, ao participar do 4o. Congresso Internacional de Enoturismo, organizado pela Aenotur em cidades de Portugal (Viana do Castelo – a sede, Ponte de Lima, Ponte da Barca, Melgaço e Monção) e Espanha (Cambados).  Além de conhecer o patrimônio histórico, arquitetônico e cultural destas belas cidades e vivenciar a deliciosa gastronomia regional com as sutilezas dos vinhos das região do Minho, convivi com profissionais de enoturismo de varios países, pessoas que vão ficar no meu coração como os que se despedem do evento na sombra de uma vinha com mais de 450 anos preservada no Solar do Louredo, na foto de Arménio Belo, acima.
Fui também testemunha de um evento de grande significado simbólico: a inauguração da sede da Aenotur, a Associação Internacional de Enoturismo, em um prédio construído em 1469 para apoiar turistas como um hospital de atendimento a peregrinos que viajavam a Santiago de Compostela. Eu estava lá, na cidade de Viana do Castelo, na região do Minho e dos Vinhos Verdes de Portugal – que ficou no meu coração – nesta primeira semana de julho de 2015 que foi de intensa atividade. Na foto acima, o páteo quinhentista da nova sede da Aenotur.
In Vino Viajas vem prestigiando a Aenotur – entidade formada por municípios e entidades gestoras do turismo vinculados à cultura do vinho e entidades promotoras de rotas do vinho de vários países da Europa e América Latina, veja simbolo acima – porque é uma organização que tem dois importantes diferenciais: o potencial ganho de troca de experiências oferecido pela rede de quase 400 cidades representadas e o fato de que países da América Latina não são apenas assistentes, e sim protagonistas na entidade.
Tanto assim que o 5o. Congresso Internacional será no Uruguai, de 16 a 18 de setembro (veja abaixo), e dois brasileiros e um uruguaio fazem parte da diretoria eleita para a próxima gestão. In Vino Viajas vai mostrar tudo o que aconteceu em várias reportagens. Nesta primeira estamos apresentando um texto publicado no site da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) que resume os eventos, com fotos de Arménio Belo e nossas.
“A Assembléia Geral (foto abaixo) foi realizada em 01 de julho e nesta assembleia foi eleita a nova direção da Aenotur, que deixou de estar nas mãos do município espanhol de Cambados para passar para a AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho, a qual, por sua vez, propôs para presidente da direção José Maria Costa, presidente do município de Viana do Castelo. 
A nova diretoria da Aenotur é constituída também por José Arruda, secretário-geral da AMPV e representantes da Associação Iter Vitis (França), Cittá del Vino (Itália), Aenotur da América Latina (Ivane Fávero, secretária de turismo de Garibaldi-RS), Aenotur do Uruguai e do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) – alguns deles nas fotos acima e abaixo.
Também no dia 01 de julho foi inaugurada a nova sede da Aenotur, que a partir de agora passa a funcionar na mais antiga cidade portuguesa, Viana do Castelo. A sede fica no edifício do Hospital Velho, na Praça da Erva, em pleno centro histórico da cidade, onde funcionou até final de 2014 um Posto de Turismo do Porto e Norte de Portugal. A nova sede da Aenotur em Viana do Castelo, cidade encantadora que tem dezenas de atrações turísticas, entre as quais a Basílica de Santa Luzia (foto abaixo), de onde se tem uma das vistas mais bonitas da Europa.
O hospital foi fundado por João Paes em 1469 para receber  peregrinos em direção a Santiago de Compostela e restaurado no século XVI; assim o local re-assume sua vocação de prestação de serviços a visitantes para se transformar numa sede icônica do enoturismo porque é uma referência arqueológica, histórica e cultural da cidade. Na foto abaixo, José Maria Costa, presidente eleito da Aenotur e prefeito de Viana do Castelo, apresenta a sede as convidados
Além da sede da Aenotur, a Câmara Municipal pretende transformar este espaço numa mostra de degustação de produtos endógenos e também um espaço de encontro para os caminheiros que vão para Santiago de Compostela. Durante a inauguração da nova sede da Aenotur, José Arruda, secretário-geral da AMPV, adiantou que o espaço irá incluir também uma enoteca, onde os visitantes poderão conhecer e provar vinhos de várias regiões do mundo. Nas fotos abaixo imagens da nova sede.
A eleição da nova diretoria da Aenotur e a inauguração da sua nova sede antecedeu um dos mais importantes eventos organizados por esta associação internacional: o Congresso Internacional de Enoturismo (cartaz abaixo), que na sua edição europeia começou em Viana do Castelo, no dia 2 de julho, e passou por outros municípios do Alto Minho (Ponte da Barca, Ponte de Lima, Melgaço e Monção), tendo terminado no município espanhol de Cambados, no dia 4. Mas isso você vai conhecer em outras reportagens, meu caro leitor ou leitora.

A instalação da Aenotur em Viana do Castelo é também um reconhecimento da importância da Região dos Vinhos Verdes, no Minho português e na defesa das três castas autóctones de uvas de grande importância enóloga, cultural, social e econômica: o Alvarinho, o Vinhão e o Loureiro. O Congresso terá a sua continuação na América Latina, a decorrer no Uruguai de 16 a 18 de setembro.”

(*) Rogerio Ruschel é editor de In Vino Viajas, participou do 4o. Congresso Internacional de Enoturismo a convite da Aenotur e deixou seu coração em Viana do Castelo.

 

9 Comentários


  1. Muito bem. Esterei esperando as próximas edições…pois meu coração também ficou lá pelas bandas de Portugal…eu diria que um pedaço bem grande ficou em Ponte de Lima. Amei tudo aquilo. Abração, meu caro Rogério

    Responder

  2. Aqui estamos deste lado do oceano, à espera de ler as suas impressões sobre a vossa visita! Foram dias bem divertidos e foi muito bom ter conhecido todos vocês que nos vieram visitar! Voltem sempre!

    Responder

  3. Olá Maria. Adorei o Minho, os Verdes e Viana do Castelo, onde recebi muitas emoções e deixei muitos amigos. Estou muito ansioso para fazer uma bela viagem ao Douro, que ainda não conheço. Espero que seja em breve. Obrigado pelo carinho. Rogerio

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *