Fazendo storytelling de qualidade, In Vino Viajas é o oitavo site de vinhos do Brasil, o maior da America Latina e lidera tendências globais

Tempo de leitura: 4 minutos

 

Por Rogerio Ruschel (*)

 

Meu querido leitor ou leitora, o seu carinho não tem preço – mas gera resultados espantosos: “In Vino Viaja” já é o oitavo mais acessado site de vinhos do Brasil (veja acima a lista dos 15 mais). Esta semana, dia 16 de julho, foi divulgado o ranking de internet da indústria vinícola brasileira feito anualmente pela EnoEventos com dados da Alexa – The Web Information Company, empresa do grupo Amazon.com especializado na análise do tráfego da Internet, cuja base de dados contempla milhões de páginas residentes em mais de 130 países. O ranking 2015 da EnoEventos/Alexa (abaixo), coordenado por Oscar Daudt, analisa cinco segmentos da indústria separadamente: Vinícolas, Importadoras, Sites e blogs (onde “In Vino Viajas” foi considerado), Organizações e Associações e Lojas virtuais, em um total de 326 portais e sites.

 

“In Vino Viajas” – criado em 2012 e dedicado à cultura do vinho, enoturismo e turismo de qualidade – era o décimo em 2014 e agora é o oitavo mais acessado site de vinhos do Brasil. Este resultado reforça o que já sabíamos: com leitores em 129 países – mesmo sendo escrito em português – “In Vino Viajas” é o site de cultura do vinho e enoturismo mais popular e importante da America Latina, com uma média de 6.400 acessos diários nas redes sociais. E para minha supresa, em recente evento em Portugal fiquei sabendo que o que fazemos desde 2012 é denominado storytelling (contação de histórias, em livre tradução), é a tendência mais moderna de jornalismo na internet e  “In Vino Viajas” é um dos modelos internacionais sobre isso. Uau! Aliás, esta informação está sendo comprovada pelos convites para fazer palestras no exterior: em 2015 participei de dois eventos em Portugal (Minho e Alentejo), um em Montevidéu e outro na Espanha – veja abaixo.

 

Voltando 

–> à pesquisa: “In Vino Viajas” ficou bem colocado mesmo quando comparado com outros setores do ranking no Brasil. No ranking de Vinícolas, “In Vino Viajas” tem classificação global 185 e a vinícola com mais acessos no país em um total de 81 empresas, tem posição global 593 (veja acima); no ranking de Importadoras, “In Vino Viajas” só tem menos acessos do que tres gigantes – também em um mercado com 81 empresas (veja abaixo). E se estivesse no ranking de Lojas Virtuais, “In Vino Viajas” ocuparia o nono lugar – sem fazer ofertas e sem vender absolutamente nada, apenas contando histórias que divertem e emocionam pessoas cultas e exigentes, como você.

 

Também no começo de julho tive outra boa notícia: ultrapassei 3 milhões de acessos no Google+, que soma os acessos ao blogue e a redes sociais como Facebook. Atualizando: em dezembro de 2015 o número de acessos ultrapassou 3,7 milhões e os cálculos mostram que pelo menos 6.400 pessoas acessam todos os dias textos produzidos por este seu dedicado editor. Veja abaixo.

 

Tenho recebido convites do exterior para publicar minhas matérias e para fazer palestras sobre meu trabalho porque, segundo me dizem, publico conteúdo consistente, reportagens de verdade com entrevistas, pesquisa com fontes, confirmação de dados e até mesmo as vezes “furo” mídias mais poderosas dando notícias em primeira mão. Nas fotos abaixo dois momentos de pequeno exibicionismo que você vai perdoar: eu fazendo uma palestra em Portugal no Congresso Internacional de Enoturismo-Europa para uma platéia seletiva em julho/2015; e parte de uma entrevista para divulgar minha participação como professor em um curso da Universidade de Alicante, na Espanha, em novembro de 2014. Atualizando: depois disso, fiz palestras em Montevidéu, Uruguai (setembro) e Reguengos de Monsaraz, no Alentejo, Portugal, em outubro/2015.
Vendo os resultados do Ranking EnoEventos/Alexa 2015, fico feliz em saber que o mais completo ranking setorial do Brasil está provando que qualidade atrai quantidade, que existem muitas pessoas como você que procuram algo mais além do que está dentro de um cálice de vinho, que querem saber mais do que quantos pontos tem uma garrafa de vinho para exibir aos amigos. 

Porisso meu querido leitor ou leitora, faço um brinde a você, prometendo me dedicar cada vez com mais afinco a pesquisar e contar histórias que divertem e emocionam pessoas cultas e exigentes. O ano de 2016 vem ai e terá muitas novidades.
Muito obrigado pelo prestígio de sua leitura.  

Para conferir o ranking completo;http://www.enoeventos.com.br/201503/rank/rank.htm
(*) Rogerio Ruschel é jornalista profissional e escreve sobre cultura do vinho, enoturismo e turismo de qualidade porque gosta – e ao que parece consegue cmpartilhar este prazer com seus leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *