Semana Super Bowl 50 no Napa Valley, California: uma lição profissional de como promover a venda de vinhos e o enoturismo por causa de uma partida de futebol

Tempo de leitura: 5 minutos

Por Rogerio Ruschel, editor
Como você sabe, meu caro leitor ou leitora, os norte-americanos praticam esportes com muita seriedade, começando na escola desde pequenos – e especialmente futebol americano, basquete e beisebol. O jogo que decide o campeão da temporada de futebol americano é chamado de Super Bowl e é um evento de extraordinária importância desportiva, cultural e econômica para o país. E este ano, quando se comemora o 50o. aniversário do Super Bowl, as indústrias do vinho e do turismo da California não perderam tempo e vão aproveitá-lo para se promover, de uma maneira que precisamos aprender a desenvolver no Brasil, em Portugal e em todos os mercados. Veja como a seguir.
O Super Bowl 50 – que decidirá o campeão de 2015 – vai ser realizado dia 7 de fevereiro de 2016 no Levi’s Stadium em Santa Clara, na California (foto acima), e deverá ser o mais espetacular de todos os Super Bowls. E meu caro leitor, o Super Bowl já é o maior evento desportivo e a maior audiência televisiva do país, assistido anualmente por milhões de pessoas em todo o mundo. É também o evento que apresenta a publicidade mais cara da televisão e o dia que tem o segundo maior consumo de comida nos Estados Unidos, só perdendo para o Dia de Ação de Graças. Então, este ano vai ser um mega-super-ultra-big-evento e como aproveitar para promover a venda de vinhos e enoturismo?
Os Estados Unidos já são o quarto maior produtor de vinhos do mundo e o maior consumidor, e a California é a principal região vinicola do pais, uma potência em turismo: em 2008 as regiões vinícolas da California receberam quase 21 milhões de turistas, dos quais 5 milhões no Napa Valley, como me disse meu amigo Clay Gregory, CEO do Visit Napa Valley (foto abaixo), a agência privada de promoção da região.

Como o Napa Valley fica a duas horas de carro da cidade-sede do jogo, Santa Clara, a Visit Napa Valley (veja mapa abaixo) fez uma parceria com o Napa Valley Vintners (VNV) – organização privada da indústria vinícola da região – e outras instituições de hotelaria e comércio, e criou a “Semana Super Bowl 50” para promover a região vinícola, que vai oferecer 50 razões para visitar o Napa Valley. Simples assim, embora o planejamento esteja sendo feito a há mais de dois anos e mobilizado centenas de pessoas e entidades.

As 50 Razões para visitar o Napa Valley durante a Semana do Super Bowl 50 abrangem todas as áreas de interesse de potenciais turistas: comida, bebida, arte, esportes, vida cultural, saúde, música, bem estar, fé… Veja a seguir alguns exemplos destas 50 razões: 
·      Harmonize gastronomia e vinho em uma das mais de 400 vinícolas de Napa Valley, 95% dos quais são de propriedade familiar (foto acima)
·      Aproveite para relaxar com calma em uma das cerca de 150 opções de alojamentos do Napa Valley incluindo hotéis, resorts, pousadas país, e bed and breakfast
·      Visite o CIA (Culinary Institute of America) em Greystone, que é aberto ao público e dispõe de dois restaurantes, uma padaria, passeios públicos nos jardins, aulas de gastronomia e vinhos e eventos
·      Crie o seu próprio vinho em uma das classes “Barrel” Blending oferecidas em vinícolas de Napa Valley
·      Jante em um dos mais de 125 restaurantes de Napa Valley (como este de Younthville, abaixo) que ganharam mais estrelas Michelin per capita do que qualquer outra região do vinho do mundo

 

·      Visite, deguste e compre azeite em uma das empresas de azeite de Napa Valley
·      Compre ingredientes artesanais no Mercado Público Oxbow
·      Divirta-se com as crianças no Napa Valley Wine Train (foto abaixo)
·      Jogue um jogo de bocha ao ar livre em um local cênico do Napa Valley
·      Passeie de cavalo em Coombsville
·      Conheça o Napa Valley de cima, com um passeio de balão de ar quente (foto abaixo)

 

·      Venha pescar no Lago Berryessa
·      Faca uma aula de yoga em um dos resorts e spas de Napa Valley
·      Venha jogar golfe em um dos cinco campos de golfe públicos de Napa Valley
·      Visite um das museus de Napa Valley, incluindo o Museu Napa Valley em Yountville; o Stevenson Silverado Museum Robert Louis em St. Helena, o Museu Sharpsteen em Calistoga ou o Museu Carolyn Parr da Natureza em Napa
·      Passeie de bicicleta, divirta-se de caiaque ou faca trilhas a pé em dezenas de locais adequados (foto abaixo) 

 

Descubra tesouros exclusivos em uma das lojas de roupas exclusivas de Napa Valley e em lojas de antiguidades
·      Ouça música ao vivo em um dos locais de música ao vivo do centro de Napa
·      Saiba mais sobre os artistas locais, visitando uma das muitas galerias de arte pública de Napa Valley
·      Conheça uma celebridade local o artista Gordon Huether em seu estúdio aberto em Napa
·      Assista so Super Bowl 50 em um dos sofisticados bares desportivos de Napa Valley, com TV de tela grande, vinho, cervejas artesanais e comida

Visite ex-jogadores profissionais que vivem no Napa Valley, como degustar um vinho na Bell Wine Cellars em Yountville, de propriedade de dono do time de futebol Alex Spanos

Pois é, se trata de uma lição profissional de como gerar tráfico de turistas e a venda de vinho no balcão dos produtores e com isso valorizar a cultura, a economia, empregos e renda. Eu destaco duas importantes lições:
1) as indústrias do turismo e do vinho tomam a iniciativa e não ficam esperando que “o governo” faça planos e investimentos promocionais;
2) Eles planejam atrair turistas com múltiplos interessses e não APENAS pessoas que querem visitar vinhedos e fazer degustação de vinho, o que infelizmente ainda é uma visão equivocada da atividade de pessoas que consideram que o enoturismo se realiza DENTRO de uma vinicola e atrai apenas ENO-VICIADOS. 
Então, vamos aprender? Faço um brinde ao Clay Gregory e sua equipe: parabéns e tim-tim!

Para saber mais visite http://www.visitnapavalley.com/super_bowl_50.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *