Portugal Inaugura Hotel 5 estrelas Entre Duas Grandes Atrações do Alentejo, o Maior Lago Artificial da Europa e o Céu mais Limpo do Mundo

Tempo de leitura: 6 minutos

Por Rogerio Ruschel (*)

 Meu caro leitor ou leitora, você vai conhecer agora um hotel magnífico, o São Lourenço do Barrocal – Hotel & Monte Alentejano, que acaba de ser inaugurado (dia 18 de março de 2016) em um local que deve ser colocado em qualquer lista de “locais que preciso visitar antes de morrer”, o município de Reguengos de Monsaraz, a Cidade Européia do Vinho de 2015, no Alentejo. 

 

O novo resort fica pertíssimo de duas das atrações mais importantes de Portugal – a cidade medieval de Évora e o Castelo de Monsaraz (foto acima) – ao lado do belo Lago Alqueva, o maior lago artifical da Europa (foto abaixo) e sob a cobertura das estrelas de um dos céus mais limpos do mundo – o Alentejo – sede do primeiro sitio de turismo astronômico certificado do mundo, o Dark Sky Alqueva (foto também abaixo).

O empreendimento poderia ser chamado de uma aldeia de charme, porque é um conjunto cinco estrelas de alto padrão com 24 quartos, 16 casas turísticas, spa, piscina, restaurante, bar e adega (fotos abaixo) e um centro hípico implantado em uma herdade de grande tradição no Alentejo que produz vinhos de primeira linha (em 15 hectares de vinhedos) e azeite de oliva (em 60 hectares de olivais), um grande laranjal, uma horta de produtos biológicos com 3 hectares e cereais e carne. 

O local é a sede de uma fazenda com 780 hectares e 200 anos de atividades – a Herdade do Barrocal, na foto abaixo que gerou a criação de um vilarejo (um monte, como se diz em Portugal) que já chegou a gerar empregos para cerca de 100 pessoas. Com a inauguração do hotel, cerca de 50 pessoas da região já foram contratatadas e realizadas parcerias com produtores e artesãos da região para fornecerem produtos para o restaurante e a loja. 

O objetivo, como me disse o diretor geral José António Uva, é valorizar a agricultura e recuperar o “sentido de comunidade” que a herdade já teve no passado. Assim a Herdade do Barrocal (barrocais são afloramentos graníticos no solo) agora com serviços de turismo, volta a ser um dos mais destacados patrimônios agrícolas do Alentejo, que por sua vez é a mais importante região agrícola de Portugal.

Além dos serviços de receptivo, lazer e restauração, a herdade vai oferecer outras atrações aos visitantes: atividades de enoturismo (em torno do conhecido vinho São Lourenço do Barrocal), ecoturismo (75 espécies de aves já foram documentadas), turismo cultural nos inúmeros vestígios arqueológicos certificados (16 antas e um menir do Neolítico com cerca de 7000 anos) e aproveitar a vizinhança com o Lago Alqueva, o maior lago artificial da Europa, para oferecer turismo náutico, já que a região tem uma média de 275 dias de sol por ano. Além, é claro, de passeios pelos campos do Alentejo…

O projeto vem sendo construído há mais de dois anos por José António Uva, representante da oitava geração da família que é proprietária da fazenda há 200 anos, em parceria com a família António Menano. Uva acredita que o projeto poderá promover o rejuvenescimento da propriedade agrícola e monte alentejano como um retiro rural, “para que outras pessoas sintam este lugar como eu o sinto desde pequenino porque cresci aqui: como a sua casa.”

O São Lourenço do Barrocal – Hotel & Monte Alentejano exigiu um investimento de cerca de nove milhões de Euros e foi realizado considerando a restauração e manutenção do patrimônio arquitetônico já existente (foto acima) e a implantação de novas áreas, como a mostrada abaixo.

Para a cuidadosa tarefa foi contratado o badalado arquiteto português Souto Moura – vencedor do Prémio Pritzker de Arquitetura 2011 – com a ajuda do inglês John Pawson, um dos expoentes da expressão arquitetônica minimalista. José António Uvadisse que escolheu Souto Moura porque isso “Permitiu recuperar edifícios que têm agora novas funções, mas que mantêm a sua personalidade, caráter e essência, que é a arquitetura popular do Alentejo”.

O emprendimento inaugurou também uma nova adega para a produção dos vinhos São Lourenço do Barrocal como o Reserva Tinto, produzido com uvas Touriga Nacional e Alicante Bouschet selecionadas e colhidas à mão e com envelhecimento em barricas de carvalho francês. Além dele são produzidos outros vinhos tintos, ricos e maduros, e vinhos brancos que combinam também uvas portuguesas como Antão Vaz e Encruzado e variedades estrangeiras.  A nova adega permite a degustação com vista para os vinhedos e para o Castelo de Monsaraz – um show!

Visitei as obras do resort em outubro de 2015 com os demais palestrantes da Conferência Internacional do Vinho e da Vinha, levados que fomos por José Calixto, prefeito de Reguengos de Monsaraz. De fato se trata de uma bela região e um projeto muito cuidadoso. Testemunhei pessoalmente a enorme preocupação de José Uva com a preservação do patrimônio, a qualidade do projeto, os detalhes da obra e com a comunidade.

A inauguração do São Pedro do Barrocal – Hotel & Monte Alentejano foi prestigiada pela Secretária de Estado do Turismo Ana Mendes Godinho (foto abaixo); pelo Ministro da Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural Luis Capoulas Santos (na foto acoma, com o proprietário e autoridades); por José Calixto, prefeito de Reguengos de Monsaraz; por Roberto Grilo, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo; Vitor Silva, Presidente da Agência Regional de Promoção Turística Externa; Pedro Ribeiro, prefeito de Cartaxo; José Arruda, diretor executivo da Associação dos Municipios Portugueses do Vinho – AMPV e empresários do turismo de Portugal e do Alentejo.

Nesta primeira etapa até junho em que o hotel vai funcionar em esquema de “soft-opening” (período operacional em que são regulados a equipe e os serviços de um hotel) um quarto duplo custará € 162 por noite durante a semana e € 204 no fim-de-semana, com café da manhã. As casas – que hospedam até quatro pessoas – variam entre os € 250 e os € 397.

Faço um brinde de sucesso ao proprietário, José António Uva e a comunidade de Reguengos de Monsaraz na pessoa de seu prefeito, José Calixto – tim-tim!

Saiba mais aqui – https://barrocal.pt
Dark Sky Alqueva – http://invinoviajas.com/2015/12/conheca-dark-sky-alqueva-o-primeiro

(*) Rogerio Ruschel é editor de In Vino Viajas e apaixonado pelo Alentejo e Portugal. E ainda não viu o hotel pronto…

 

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *