Prefeito Alentejano Assume a Presidência da Rede Europeia de Cidades do Vinho – RECEVIN

Tempo de leitura: 5 minutos

Meu estimado leitor ou leitora, o mundo do enoturismo, da cultura do vinho e do turismo de qualidade da Europa vai falar português pelos próximos três anos: José Calixto, Prefeito da cidade Reguengos de Monsaraz, no Alentejo, Portugal, foi eleito neste primeiro dia de Abril de 2016 o novo Presidente da RECEVIN – Rede Europeia de Cidades do Vinho, sucedendo ao italiano Pietro Iadanza. Na foto acima, Calixto, no centro, preside sua primeira reunião. A eleição foi realizada durante a Assembleia Geral da RECEVIN, em Valdobbiadene, localidade que em conjunto com Conegliano lidera o grupo de 15 cidades da região italiana do Prosecco Superiore que ostentam o título de Cidade Europeia do Vinho 2016.

A candidatura de José Calixto foi preparada com muita consistência e apresentada pela AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho, através dos dirigentes Pedro Ribeiro, presidente e José Arruda, secretário-geral, e foi aprovada pelo Conselheiros na Assembleia Geral da RECEVIN por causa do sucesso das comemorações de Reguengos de Monsaraz como a Cidade Europeia do Vinho durante o ano de 2015. O mandato de José Calixto terá a duração de três anos e junto com ele os prefeitos de Cartaxo, Lamego e Palmela assumem três vice-presidências da RECEVIN – o que é mais uma demonstração da capacidade de mobilização da AMPV e de gestão dos portugueses nesta atividade. Na foto acima parte da comitiva portuguesa em Conegliano.

A RECEVIN representa 800 cidades de toda a Europa que tem atividade vinícola de grande relevância econômica, social e cultural, através das associações nacionais de cidades do vinho que existem na maioria dos 10 países membros da rede: Alemanha, Áustria, Bulgária, Eslovênia, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Portugal e Sérvia (veja mapa abaixo). Entre as propostas para seu mandato, José Calixto afirmou que pretende “estabelecer uma estrutura de acesso aos fundos comunitários, constituir as Rotas do Vinho da Europa e trabalhar o enoturismo com todos os parceiros europeus, criar uma rede de Museus do Vinho da Europa e uma grande base de dados dos territórios vinhateiros da Europa”.

Conheço José Calixto e sou testemunha que é um grande líder, motivador, um camarada que “briga” por sua comunidade; acho que esta energia cantagiou os dirigentes da RECEVIN. Ainda não falei com ele depois da eleição, mas sua assessoria me informou que o novo Presidente da RECEVIN tem como objetivos “promover os interesses comuns das regiões vitícolas na economia europeia, reforçar a representação das diversas regiões junto das instituições europeias e posicionar um espaço/grupo de trabalho em Bruxelas que vise a defesa dos territórios produtores de vinho e, simultaneamente, valorize e aumente a dimensão da rede”. Na foto abaixo José Calixto com o Presidente de Portugal, Professor Marcelo Rebelo de Sousa.

José Calixto quer também “trabalhar em parceria com a AENOTUR para liderar um projeto mundial de enoturismo, consolidar institucionalmente a RECEVIN e rever e aperfeiçoar os seus estatutos, implementar estratégias que promovam o aumento de países e cidades europeias associadas da RECEVIN e criar instrumentos que aportem visibilidade para a rede”.

Pois eu acho que a agenda da nova diretoria da RECEVIN deveria incluir alguns temas de interesse estratégico como por exemplo:

1.     Apresentar os principios do Vademecum e da Carta Europeia de Enoturismo como modelo de melhores práticas na primeira Conferencia Mundial sobre Enoturismo da Organização Mundial do Turismo, na Georgia, de 7 a 9 de setembro de 2016
2.     Criar um banco de boas práticas e de estudos sobre mudanças climáticas associado a um concurso de Melhores Práticas de Gestão pela Sustentabilidade entre associados,  para identificar e valorizar iniciativas;
3.     Adotar perfil técnico pró-ativo além de político e realizar programas locais e regionais de cursos, eventos, seminários, jornadas técnicas e workshops para acelerar processos de transferência de conhecimentos entre associados
4.     Ampliar o Dia Europeu do Enoturismo para um período maior (mes do enoturismo) e para outros países das Americas, África do Sul e Australia, em parceria com a Aenotur e organizações nacionais de vinho e de turismo

 A cada ano o Alentejo vem ampliando seu reconhecimento no mundo do turismo europeu. Em 2014 foi eleita a melhor região vinícola do mundo para visitar pelos leitores do jornal USA TODAY, entre outros iníumeros prêmios. Ter sido a Cidade Europeia do Vinho em 2015 trouxe para a cidade portuguesa Reguengos de Monsaraz grande visibilidade na midia internacional e boas oportunidades de negócios para a cadeia de turismo da região e do Alentejo. (Na foto acima, Calixto posa com os palestrantes da Conferencia Internacional do Vinho e da Vinha, um dos muitos realizados em 2015). O número de visitantes cresceu 17,5% em relação a 2014 e em todo o ano foram registradas 160 mil visitas turísticas. A Igreja de Nossa Senhora da Lagoa, uma das atrações da vila medieval de Monsaraz, recebeu o maior número de visitantes registrados, 78.212 turistas.

Cerca de 60% dos visitantes eram portugueses e os demais 40% de 50 nacionalidades de paises distantes como Japão, Nova Zelândia, Argentina, China, África do Sul, Israel, Índia e Austrália – além do Brasil. O know-how promocional adquirido em 2015 será agora expandido pelos próximos três anos para cerca de 800 cidades europeias do vinho, uma tarefa que vai exigir  muita dedicação da equipe do prefeito e presidente José Calixto. Brindo a isso e desejo muito sucesso a todos!

Quer saber mais sobre o Alentejo? Digite Alentejo no espaço para Search/Procura, embaixo do nome do blogue: você vai encontrar muitas histórias interessantes. Ou então acesse aqui: http://invinoviajas.com/2015/10/lembrancas-da-melhor-regiao-vinicola-do
(*) Rogerio Ruschel é editor de In Vino Viajas em São Paulo Brasil, mas tem a cabeça no melhor dos mundos – o das boas ideias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *