Saiba como o enoturismo uniu a América Latina e a Europa no VIo Congresso Latino Americano de Enoturismo em Mendoza, Argentina

Tempo de leitura: 7 minutos

capa

Por Ivane Fávero, Vice-Presidente da Aenotur (*)

Meu caro leitor ou leitora, a Aenotur – Associação Internacional de Enoturismo, foi criada em maio de 2014 na Espanha e atualmente reúne mais de 200 municípios, diretamente ou através de entidades associativas nacionais, de sete países – Argentina, Brasil, Portugal, Espanha, Italia, França e Portugal. In Vino Viajas tem acompanhado os congressos internacionais da entidade para manter seus leitores bem informados. Leiaa seguir o relato das conclusões do 6o. evento em território da América do Sul, feito por uma de suas mais importantes lideranças, Ivane Favero, Secretária de Turismo de Garibaldi-RS e Vice-Presidente da Aenotur. Com a palavra, Ivane Favero. logo aenotur

“Juntos somos fortes. Juntos somos melhores!” Essa é a frase que expressa a 6ª edição do Congresso Latino Americano de Enoturismo, realizado nos dias 17 e 18 de novembro, em San Rafael, Mendoza, Argentina. Isso pode ser expresso pela organização compartilhada entre diferentes entes, como o Ministério de Turismo da Argentina, a Província de Mendoza, o Município de San Rafael e as ‘Bodegas de Argentina’ que, juntamente com a Associação Internacional de Enoturismo – Aenotur, trabalharam sabiamente com os distintos saberes e poderes, realizando um excelente congresso. Na foto abaixo uma das atrações turísticas de San Rafael: los ‘Reyunos’.'Reyunos' of San Rafael, Mendoza

A participação de diferentes países (Argentina, Brasil, Chile, Estados Unidos, França, Portugal e Uruguai) compartilhando experiências exitosas e também dificuldades no enoturismo, demonstra o quanto a união pode fortalecer o setor do enoturismo. Não somos concorrentes no enoturismo, somos parceiros, e, desde agora, trabalharemos em algumas frentes conjuntas. Neste sentido, os participantes e dirigentes do evento fizeram 12 encaminhamentos:dirigentes

1) Criação e comercialização de roteiros integrados, unindo o Brasil, Uruguay, Argentina e Chile, com a iniciativa assumida por agências e operadoras destes países, conforme apresentação feita pela Diretora da Ketek Eventos & Turismo, Romanella Paggi;

2) Implantação das ‘Cidades do Vinho’, em parceria com a Recevin – Rede Europeia das cidades do Vinho, a exemplo do que acontece na Europa, tendo o apoio do Presidente da entidade, José Calixto, que reforçou o apoio da Aenotur através de videoconferência;

3) Adoção do ‘Dia Mundial do Enoturismo’ por todos os associados da Aenotur, a ser comemorado no 2° domingo de novembro.

4) Ampliação dos associados da Aenotur, sendo que a Argentina deverá associar suas regiões vitivinícolas, conforme expressado pela Subsecretária de Desenvolvimento Turístico do Ministério de Turismo, Silvana Arrieta. O Chile também deverá se associar, por meio da Rota de Vinhos do Vale de Colchagua, encaminhamento que terá Rodrigo Alcalde como articulador;

5) Realização de duas edições do Congresso de Enoturismo em 2017, sendo a primeira na Europa (Portugal e Espanha), possivelmente a ser realizado em maio, e na América Latina, no Chile, provavelmente sendo realizada em setembro. José Arruda, diretor da AMPV – Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, de Portugal e Rodrigo Alcalde, do Chile, respectivamente deverão articular a realização das duas edições;

6) Realização das festividades em comemoração ao aniversário de três anos da Aenotur, em maio de 2017, com a inauguração da sede, em Viana do Castelo – Portugal, e a eleição da nova diretoria;

7) Promoção de um encontro de Rainhas das Festas da Vinha e do Vinho, a ser articulada pela Argentina;

8) Encaminhamento com a Recevin e Città del Vino – Associação Italiana das Cidades do Vinho, para realização do concurso internacional “La Selezione del Sindaco”, incluindo os municípios associados à Aenotur. Na foto abaixo a participação de José Arruda, Diretor da AMPV – Associação dos Municípios Portugueses do Vinho.arruda esta

9) Disseminação do conhecimento sobre os museus do vinho, estimulando a implantação de novas ofertas, além da participação no próximo congresso promovido pela Recevin;

10) Promoção e participação na 2ª Conferência de Enoturismo, promovida pela Organização Mundial do Turismo – OMT, que será realizada em Mendoza – Argentina, de 22 a 24 de outubro de 2017;

11) Promoção e participação no III Simpósio Internacional Vinho e Saúde, a ser realizado em Bento Gonçalves – Rio Grande do Sul – Brasil, de 1° a 3 de junho de 2017;

12) Fortalecimento dos canais de comunicação (Fan Page, Grupo de Trabalho no Facebook, Site, e-mails e outros). Além da programação técnica, os participantes fizeram visitas técnicas a vinicolas como à Bodegas Roca; na foto abaixo, Alfredo Roca, Ivane Fávero e Silvina Arrieta.Alfredo Roca, Ivane Fávero e Silvina Arrieta. Em visita à Bodegas Roca

Acima de tudo, enoturismo é convivência, para que o grupo siga unido e imbuído do espirito de construção conjunta. No âmbito das conclusões desta edição do congresso, temos:

1) Necessidade de compartilharmos experiências e realizarmos trabalhos em conjunto, para que possamos ampliar a competitividade dos destinos enoturísticos;

2) Novos destinos enoturísticos estão surgindo no mundo e estes precisam investir em inovação e criatividade, reforçando a identidade local, sua cultura e paisagem. Tal posicionamento também deve ser tomado pelos destinos já existentes;

3) Ser necessário que os destinos enoturísticos invistam em qualificação e capacitação profissional. Cursos de extensão e pós-graduação são os indicados, no momento, visando à agilidade nos processos e o envolvimento de profissionais, em diferentes níveis de educação e campos de atuação; A Recevin – Rede Europeia de Cidades do Vinho apoiou o evento através de mensagem especial de seu presidente José Calixto exibida em um telão no auditório (foto abaixo).mensagem calixto

4) Buscarmos a adequação das formas de promoção, adequando os destinos e empreendimentos enoturísticos aos novos tempos, com o advento da internet, utilizando-se de planos de marketing que privilegiem estratégias planejadas, integradoras, inovadoras e contínuas. A ‘inteligência de mercado’ deve ser aplicada;

5) Enfatizar mais a valorização da agricultura, da viticultura, do trabalho do engenheiro agrônomo, do território, o que deverá se refletir no vinho, na arquitetura e na gastronomia; ‘O vinho pode ser mais que uma indústria’;

6) Trabalharmos para o desenvolvimento do enoturismo (planejamento, desenvolvimento, promoção e monitoramento), contribuindo com a economia global e para o compartilhamento entre o setor público, privado e entidades. É fundamental que os governos destas nações, províncias ou estados e municípios apoiem o segmento, como estratégia para o desenvolvimento social e econômico. ‘Associativismo é um conceito de crescimento’. Palestrantes e participantes de sete países compartilharam experiências e confraternizaram no evento (foto abaixo).participantes

7) Buscarmos entender o perfil do enoturista e diferenciar seu atendimento, minimamente entre os ocasionais, interessados e conhecedores ou apaixonados;

8) Desenvolvermos combos, roteiros, produtos complementares e reforçar a complementação da oferta;

9) Promovermos a preservação do patrimônio e da paisagem vitivinícola, base da oferta enoturística.

Ao final de mais esta edição do Congresso Latino (ou Ibero) Americano de Enoturismo, a Aenotur agradece a hospitalidade de San Rafael – Mendoza – Argentina, a Terra do Espumante, e cumprimenta o município pela assinatura do ‘hermanamiento’, acordo de cooperação, com Garibaldi – Rio Grande do Sul – Brasil, a Capital Brasileira do Espumante. Garibaldi já possui protocolos de geminação com a cidade italiana de Conegliano, com a cidade portuguesa de Anadia, ambas capitais do espumante.

Saudamos a todos os congressistas e participantes do Congresso. Até a próxima edição!

(*) Ivane Fávero é Vice Presidente da Aenotur para a América Latina, e Secretária de Turismo e Cultura de Garibaldi – RS – Brasil e Consultora em Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *