Verão Peterlongo tem colheita de uvas ao entardecer, degustação de espumantes e filme francês no jardim entre os vinhedos: cest l’art de vivre!

Tempo de leitura: 3 minutos

plateia antiga

Por Rogerio Ruschel (*)

Prezado leitor ou leitora, a cidade de Garibaldi, na serra gaúcha, não tem praia, mas tem cinema no meio do vinhedo nas agradáveis noites de verão. Mais do que isso: além das sessões de cinema nos jardins que já vem sendo realizadas no pioneiro projeto Wine Movie desde setembro de 2016, a Peterlongo vai propor aos visitantes uma (pequena) colheita de uvas e degustação dos conhecidos champanhes e espumantes da marca.castelinho

Funciona assim: chegando ao jardim ao lado do Castelo Peterlongo (foto acima), onde estará montada a tela de 8 x 5 metros com projeção HD, os visitantes serão convidados a caminhar entre os vinhedos para colher um cacho de uva que poderá ser saboreado antes ou durante o filme. Não é um lanche, é um ato simbólico de participação de uma das atividades mais importantes da cidade, já que Garibaldi é a Capital Brasileira do Espumante.vendas

Assentos em almofadas trazidas ou disponibilizadas e trufas, pipoca, algodão doce, balas e amendoim ajudarão a transformar o páteo do Castelo Peterlongo num ambiente de cinema. Além disso, é claro, você pode curtir a experiência de degustar vinhos, espumantes e suco de uva num belo gramado, sob uma centenária nogueira, e entre vinhedos, tendo como cenário a cidade lá embaixo.assentos movie

A capacidade da “sala de cinema” é de 120 pessoas e ingressos antecipados podem ser adquiridos a R$ 30 no varejo da vinícola; na hora do filme, sujeito à disponibilidade, o valor será de R$ 40. Cada ingresso dá direito a uma taça personalizada com uma dose de espumante, vinho ou suco de uva. Na primeira edição do ano de 2017, no dia 3 de fevereiro, o Wine Movie da Peterlongo vai exibir a partir das 20:00 horas a comédia romântica francesa ‘O Fabuloso Destino de Amélie Poulain’. Os ingressos estarão à venda a partir do dia 13 de janeiro na empresa – veja no site https://www.facebook.com/VinicolaPeterlongocastelo e jardimA Peterlongo foi fundada em 1915 pelo imigrante italiano Manoel Peterlongo que desenvolveu e lançou a primeira champanhe do Brasil. Como toda empresa centenária, a Peterlongo teve muito sucesso, uma ou duas crises e agora, depois de adquirida pelo empresário paulista Luiz Carlos Sella, vem retomando mercados e investindo em qualidade (contratou recentemente o enólogo francês Pascal Marty conhecido por participar da criação das vinícolas Opus One, nos Estados Unidos, e Almaviva, no Chile. O projeto Wine Movie é parte de uma proposta mais ambiciosa de utilização turística do patrimônio arqutetônico centenário, que inclui a transformação da antiga cave de pedras de basalto em um centro de eventos para casamentos e festas e realização de cursos, degustação e varejo. O atual museu vai ser ampliado e modernizado e o castelo residencial da familia deverá ser parte de um hotel a ser construído.RR peterlongo 2

Faço um brinde a todos do passado e do futuro desta empresa gaúcha e brasileira da qual todos devemos nos orgulhar. E como já disse em outra reportagem que publiquei aqui, quero voltar na Peterlongo para ver todos estes projetos realizados.

(*) Rogerio Ruschel é editor de In Vino Viajas e gosta de cinema, verão e espumantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *