Brasil realiza uma das maiores degustações de vinhos do mundo, com 1000 avaliadores, e reitera a qualidade da safra 2017 do vinho verde-amarelo.

Tempo de leitura: 6 minutos

Por Rogerio Ruschel

Prezado leitor ou leitora, imagine um salão com 850 pessoas sendo servidas por um batalhão de garçons (105 alunos dos cursos de Viticultura e Enologia do IFRS – Campus Bento Gonçalves, IFSC – Campus Urupema e da Unipampa) provando e avaliando 16 vinhos já pré-selecionados entre 327 inscritos. Esta foi a cena final da “XXVa. Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2017”, que, segundo o realizador, a Associação Brasileira de Enologia (ABE), é a maior degustação de vinhos do planeta.

O evento foi no Parque de Eventos em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, coração da D.O. Vale dos Vinhedos, dia 23 de setembro de 2017 e foi a parte final de um processo que começou em maio de 2017 com inscrições online dos candidatos, envolveu 1.000 degustadores no total e sem dúvida é a maior do Brasil. Estamos no mapa mundial: o recorde era espanhol porque no dia 22 de março de 2014 cerca de 1.000 degustadores, profissionais e amadores, se reuniram em um estádio na Província de Ciudad Real, Castilla-La Mancha, Espanha, para fazer parte do júri do gigantesco “IV Concurso Regional de Vinos Tierra del Quijote” – veja na foto abaixo e no “In Vino Viajas” que publicou a historia: http://www.invinoviajas.com/2014/04/1000-degustadores-provando-250-vinhos/

A maior degustação de vinhos brasileiros começou bem antes e tem números expressivos. Na 1a. fase 327 amostras foram inscritas por 59 vinícolas de seis estados brasileiros (Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo). Os vinhos foram avaliados em 8 sessões no Laboratório de Análise Sensorial da Embrapa Uva e Vinho, entre os dias 15 e 24 de agosto de 2017. Participaram da avaliação 118 enólogos, todos com experiência em degustação, divididos em 8 grupos (2 sessões/grupo), com cerca de 15 degustadores por sessão. As amostras foram degustadas às cegas, informando-se aos degustadores somente a categoria do vinho, sem mencionar o nome da variedade, com exceção da Categoria IA, que compreendia somente vinhos varietais Chardonnay.

Diariamente eram degustadas de 23 a 24 amostras por grupo. Foi empregada a ficha da OIV e União Internacional dos Enólogos, a qual atribui notas em uma escala de 0 a 100 pontos de um total de 10 variáveis, associadas ao Aspecto (Limpidez, Tonalidade), Olfato (Intensidade, Nitidez, Qualidade), Paladar (Intensidade, Nitidez, Qualidade, Persistência) e Avaliação Global. Veja na foto abaixo uma ficha destas que eu utiilizei na degustação de vinhos na Vinipax 2016 em Beja, Alentejo, Portugal e conheça os bastidores de uma avaliação de vinhos aqui http://migre.me/wemZr

Os vinhos foram servidos nas temperaturas de 10°C (brancos e base para espumantes) e 17°C (tintos). A partir deste trabalho os 30% mais representativos (103 vinhos) foram selecionados, e entre eles, 16 rótulos considerados os mais representativos foram levados para serem degustados pelo grande público na maior celebração dos vinhos do Brasil, realizada dia 23 de setembro. Foram servidas 1.440 garrafas, 90 de cada, e o painel de comentaristas teve 15 convidados de quatro países (Argentina, Brasil, Itália e Japão) e um apreciador sorteado entre os degustadores participantes. Cada categoria teve um comentarista.

O presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna, anunciou os 16 vinhos degustados e seus comentaristas:

Categoria Vinho Base para Espumante

Chardonnay/Riesling Itálico – Chandon (Garibaldi – RS) – Flávio Zílio; Chardonnay – Casa Valduga (Bento Gonçalves – RS) – Junko Iwamoto; Chardonnay – Domno do Brasil (Garibaldi – RS) – Álvaro Cézar Galvão

Categoria Branco Fino Seco Não Aromático

Riesling Itálico – Cooperativa Vinícola Aurora (Bento Gonçalves – RS) – Fabiana Gonçalves Mignot; Chardonnay – Vinícola Almadén (Santana do Livramento – RS) – Danio Braga; Chardonnay – Vinícola Cave de Pedra (Bento Gonçalves – RS) – Maria Regina Ferreto Flores

Na foto abaixo duas das comentaristas, da esquerda para a direita: Márcia Monteiro, Jornalista e roteirista da Rede Globo e Ivane Fávero, ex-Secretáraia de Turismo de Bento Gonçalves e Garibaldi e Presidente da Associação Internacional de Enoturismo – Aenotur

Categoria Branco Fino Seco Aromático

Sauvignon Blanc – Vinícola Fazenda Santa Rita (Vacaria – RS) – Alessandra Kianek; Moscato Giallo – Cooperativa Vinícola São João (Farroupilha – RS) Odila Moraes

Categoria Tinto Fino Seco Jovem

Cabernet Franc – Vinícola Salton (Bento Gonçalves – RS) – Márcia Monteiro

Categoria Tinto Fino Seco

Petit Syrah – Luiz Argentina Vinhos Finos (Flores da Cunha – RS) – Paulo Brammer; Merlot – Casa Perini (Farroupilha – RS) – Ivane Maria Remus Fávero; Merlot – Miolo Wine Group (Bento Gonçalves – RS) – Daniel Scola; Cabernet Franc – Giacomin Indústria de Bebidas (Flores da Cunha – RS) – Giuseppina Paola Parpinello; Malbec – Vinícola Almaúnica (Bento Gonçalves – RS) – Cecília Aldaz; Cabernet Sauvignon – Guatambu Estância do Vinho (Dom Pedrito – RS) – Protásio Lemos da Luz; Tannat – Don Guerino Vinhos e Espumantes (Alto Feliz – RS) – Mauro Celso Zanus

NÚMEROS DA 24ª AVALIAÇÃO NACIONAL DE VINHOS – SAFRA 2017

Amostras inscritas: 327 – Vinícolas participantes: 59 – Time da Degustação de Seleção: 118 enólogos – Participantes: 850 apreciadores de sete países (Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Itália, Japão e Uruguai). Do Brasil, compareceram enófilos de 10 estados ((Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo), além do Distrito Federal. – Painel de comentaristas: 15 convidados de quatro países Argentina, Brasil, Itália e Japão) e um apreciador sorteado entre o público Odila Moraes.

COMENTARISTAS

  1. Junko Iwamoto – Jornalista Master of Wine (Japão)
  2. Maria Regina Flores – Enóloga e degustadora da 1ª Avaliação Nacional de Vinhos (Brasil)
  3. Márcia Monteiro – Jornalista e roteirista da Globo (Brasil)
  4. Protásio Lemos da Luz – Médico Cardiologista (Brasil)
  5. Álvaro Cezar Galvão – Enófilo e Blogueiro Divino Guia (Brasil)
  6. Giuseppina Paola Parpinello – Enóloga e pesquisador da Universidade da Bologna. Departamento de Ciência e Tecnologia Alimentação e Agricultura (Itália)
  7. Danio Braga – Chef de cozinha e sommelier (Brasil)
  8. Flávio Zílio – Enólogo do Ano 2016 (Brasil)
  9. Daniel Scola – Jornalista da Rádio Gaúcha (Brasil)
  10. Mauro Celso Zanus – Chefe Geral da Embrapa Uva e Vinho (Brasil)
  11. Cecília Aldaz – Sommelier e apresentadora do programa ‘Um brinde ao vinho’ na Globo Sat Play (Argentina)
  12. Paulo Brammer – Sommelier do Eno Cultura (Brasil)
  13. Ivane Fávero – Presidente da Associação Internacional de Enoturismo – Aenotur (Brasil)
  14. Fabiana Gonçalves Mignot – jornalista do blog Escrivinhos (Brasil)
  15. Alessandra Kianek – jornalista (Brasil)
  16. Odila Moraes  – Degustador Sorteado (Brasil)

Saiba mais aqui: https://www.enologia.org.br/noticia/xxv-avaliacao-nacional-de-vinhos-safra-2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *