Indicação Geográfica

Por que o maior varejista da América Latina anuncia um pequeno vidrinho de pimenta produzida por índias Baniwa da Amazônia?

Por que o maior varejista da América Latina anuncia um pequeno vidrinho de pimenta produzida por índias Baniwa da Amazônia?

9 minutos Por Rogerio Ruschel Mais um conteúdo de qualidade e exclusivo de In Vino Viajas. Prezado amigo ou amiga, a rede de supermercados Pão de Açúcar tem milhares de produtos à venda em suas 185 lojas. Mais de 99 % são produtos que também podem estar à venda também em concorrrentes, porque são produtos globais, marcas internacionais. Mas então por que o Pão de Açúcar também oferece e faz propaganda na TV!!! – de produtos pequenos, locais, com volume de produção limitadíssimo, como Continue lendo

Indicações geográficas de alimentos e bebidas: um tesouro de € 75 bilhões para a agricultura familiar da Europa

Indicações geográficas de alimentos e bebidas: um tesouro de € 75 bilhões para a agricultura familiar da Europa

7 minutos Por Ana Soeiro, Managing Director da QUALIFICA/ oriGIn PORTUGAL e Vice-Presidente do oriGIn para a Europa; Edição e comentários, Rogerio Ruschel Meu prezado leitor ou leitora, a Comissão Europeia divulgou dia 20 de abril de 2020, em Bruxelas, um relatório sobre o valor das Indicações Geográficas – IG para os países do bloco. Você sabe: IGs são registros de territórios que agregam valor aos produtos daquele território, porque criam diferenciais exclusivos e elevam os preços; por exemplo, Roquefort para queijos, Borgonha para Continue lendo

A evolução do Chianti no coração da Toscana: da tradição do século XII ao prestígio internacional no século XXI

A evolução do Chianti no coração da Toscana: da tradição do século XII ao prestígio internacional no século XXI

4 minutos Por Decanter, editado e comentado por Rogerio Ruschel Meu caro amigo ou amiga, durante a Idade Média, Florença foi a mais poderosa das cidades italianas e epicentro da produção comercial de vinhos – e também das artes e da cultura, como sabemos. No século 14, a República Florentina identificou as colinas entre Florença e Siena como Chianti. Chianti foi a primeira área vinícola delimitada, quando em 1716 o Grão-Duque Cosimo III de Médici criou o que se acredita ser a primeira legislação Continue lendo

Sadia Bio: conheça o primeiro frango com nome e endereço do Brasil, um exemplo de marketing de identidade territorial

Sadia Bio: conheça o primeiro frango com nome e endereço do Brasil, um exemplo de marketing de identidade territorial

5 minutos Por Rogerio Ruschel Prezado amigo ou amiga, em seus mais de 70 anos a Sadia já produziu milhões de unidades de cortes de frango e grande parte disso é considerada pelo mercado como um produto sem diferenciais importantes, um commodity. Para agregar valor ao frango, a Sadia busca a qualidade, investe em pesquisa e utiliza a estratégia básica da indústria de alimentação: oferecer ao consumidor receitas de preparo que ajudam a percepção de sabor do produto pronto: um frango saboroso na mesa Continue lendo

Registro internacional de Indicações Geográficas já é uma realidade, ao lado de registro de marcas; é o fim da pirataria no branding

Registro internacional de Indicações Geográficas já é uma realidade, ao lado de registro de marcas; é o fim da pirataria no branding

4 minutos Por Rogerio Ruschel Meu caro amigo ou amiga, os piratas de marcas e direitos de patentes, no Brasil ou no exterior, estão com os dias contatos: dia 26 de fevereiro de 2020 entrou em vigor o Ato de Genebra da Organização Mundial de Indicações de Procedência (WIPO) no contexto do Acordo de Lisboa. O Acordo de Lisboa assinado em 1979 é a grande convenção internacional que passou a garantir a autoridade de cada país em registrar suas Denominações de Origem (IGs e Continue lendo