Indicação Geográfica

Slow Food realiza evento internacional de seis meses para valorizar a identidade e a origem de alimentos saudáveis

Slow Food realiza evento internacional de seis meses para valorizar a identidade e a origem de alimentos saudáveis

4 minutos Por Rogerio Ruschel Meu caro amigo ou amiga, há males que vem para o bem. O mais importante evento de promoção e intercâmbio sobre alimentação saudável do mundo – o Terra Madre Salão do Gosto, realizado pelo Movimento Slow Food internacional – este ano, por causa da quarentena, vai ser ampliado e espichado: em vez de um congresso de 5 dias, vai se realizar durante 6 meses. Os eventos começam dia 8 de outubro de 2020 e terminam somente em Abril de Continue lendo

Entregue em Santa Catarina o primeiro Selo Arte, que valoriza a autenticidade e origem de queijos artesanais

Entregue em Santa Catarina o primeiro Selo Arte, que valoriza a autenticidade e origem de queijos artesanais

6 minutos Por Rogerio Ruschel Prezado leitor ou leitora, no dia 16 de setembro, em plena pandemia econômica e de saúde, o casal Air e Jacinta Zanelato, do Sítio Santo Antônio, em Bom Retiro, recebeu uma boa notícia: foram os primeiros produtores de queijo artesanal Serrano de Santa Catarina a receber o Selo Arte, criado para valorizar produtos saudáveis e artesanais. Para ser considerado artesanal, o produto deve ser individualizado, genuíno e manter as características tradicionais, culturais ou regionais. Além disso deverá ser regulamentado Continue lendo

Pesquisa vai descobrir a identidade dos queijos artesanais paulistas

Pesquisa vai descobrir a identidade dos queijos artesanais paulistas

1 minuto São Paulo tem mais de 200 tipos de queijos artesanais – pesquisa vai descobrir tudo sobre eles. Quantos tipos de queijos você acredita que sejam produzidos no Estado de São Paulo?  50, 100? A Associação Paulista do Queijo Artesanal (APQA), criada há apenas quatro anos, estima que os 80 associados trabalhem com cerca de 200 tipos diferentes com leite de vaca, búfala, cabra, ovelha ou misto, boa parte feita com receitas trazidas do exterior. Mas, fora os dados da associação e de Continue lendo

As vantagens dos vinhos com Denominação de Origem – e sua importância para a Catalunha, Espanha

As vantagens dos vinhos com Denominação de Origem – e sua importância para a Catalunha, Espanha

3 minutos Por Rogerio Ruschel, com texto de Vinetur Meu estimado leitor ou leitora, com muita frequência publico aqui no In Vino Viajas pesquisas, relatos e depoimentos mostrando a importância da identidade de um produto como agregador de valor. A União Europeia informa que pode chegar a mais de 350% no caso dos vinhos. O catalão Salvador Dali (na foto acima) amava os vinhjos de sua terra Queijos, azeites, frios, doces, chás, biscoitos, cafés, mel, carnes que têm uma Indicação Geográfica (como Gruyére, Canastra, Continue lendo

Por que o maior varejista da América Latina anuncia um pequeno vidrinho de pimenta produzida por índias Baniwa da Amazônia?

Por que o maior varejista da América Latina anuncia um pequeno vidrinho de pimenta produzida por índias Baniwa da Amazônia?

9 minutos Por Rogerio Ruschel Mais um conteúdo de qualidade e exclusivo de In Vino Viajas. Prezado amigo ou amiga, a rede de supermercados Pão de Açúcar tem milhares de produtos à venda em suas 185 lojas. Mais de 99 % são produtos que também podem estar à venda também em concorrrentes, porque são produtos globais, marcas internacionais. Mas então por que o Pão de Açúcar também oferece e faz propaganda na TV!!! – de produtos pequenos, locais, com volume de produção limitadíssimo, como Continue lendo

Indicações geográficas de alimentos e bebidas: um tesouro de € 75 bilhões para a agricultura familiar da Europa

Indicações geográficas de alimentos e bebidas: um tesouro de € 75 bilhões para a agricultura familiar da Europa

7 minutos Por Ana Soeiro, Managing Director da QUALIFICA/ oriGIn PORTUGAL e Vice-Presidente do oriGIn para a Europa; Edição e comentários, Rogerio Ruschel Meu prezado leitor ou leitora, a Comissão Europeia divulgou dia 20 de abril de 2020, em Bruxelas, um relatório sobre o valor das Indicações Geográficas – IG para os países do bloco. Você sabe: IGs são registros de territórios que agregam valor aos produtos daquele território, porque criam diferenciais exclusivos e elevam os preços; por exemplo, Roquefort para queijos, Borgonha para Continue lendo

A evolução do Chianti no coração da Toscana: da tradição do século XII ao prestígio internacional no século XXI

A evolução do Chianti no coração da Toscana: da tradição do século XII ao prestígio internacional no século XXI

4 minutos Por Decanter, editado e comentado por Rogerio Ruschel Meu caro amigo ou amiga, durante a Idade Média, Florença foi a mais poderosa das cidades italianas e epicentro da produção comercial de vinhos – e também das artes e da cultura, como sabemos. No século 14, a República Florentina identificou as colinas entre Florença e Siena como Chianti. Chianti foi a primeira área vinícola delimitada, quando em 1716 o Grão-Duque Cosimo III de Médici criou o que se acredita ser a primeira legislação Continue lendo

Sadia Bio: conheça o primeiro frango com nome e endereço do Brasil, um exemplo de marketing de identidade territorial

Sadia Bio: conheça o primeiro frango com nome e endereço do Brasil, um exemplo de marketing de identidade territorial

5 minutos Por Rogerio Ruschel Prezado amigo ou amiga, em seus mais de 70 anos a Sadia já produziu milhões de unidades de cortes de frango e grande parte disso é considerada pelo mercado como um produto sem diferenciais importantes, um commodity. Para agregar valor ao frango, a Sadia busca a qualidade, investe em pesquisa e utiliza a estratégia básica da indústria de alimentação: oferecer ao consumidor receitas de preparo que ajudam a percepção de sabor do produto pronto: um frango saboroso na mesa Continue lendo

Registro internacional de Indicações Geográficas já é uma realidade, ao lado de registro de marcas; é o fim da pirataria no branding

Registro internacional de Indicações Geográficas já é uma realidade, ao lado de registro de marcas; é o fim da pirataria no branding

4 minutos Por Rogerio Ruschel Meu caro amigo ou amiga, os piratas de marcas e direitos de patentes, no Brasil ou no exterior, estão com os dias contatos: dia 26 de fevereiro de 2020 entrou em vigor o Ato de Genebra da Organização Mundial de Indicações de Procedência (WIPO) no contexto do Acordo de Lisboa. O Acordo de Lisboa assinado em 1979 é a grande convenção internacional que passou a garantir a autoridade de cada país em registrar suas Denominações de Origem (IGs e Continue lendo