Uma fonte de vinho no Caminho de Santiago

Tempo de leitura: 1 minuto

Por Rogerio Ruschel (*)

 

A espanhola Bodegas Irache conseguiu entrar nos guias de vinófilos e de turismo por conta de uma iniciativa muito interessante: construiu uma fonte de vinho em um de seus muros que é vizinho de um dos roteiros do Caminho de Santiago, para ajudar os peregrinos a enfrentar o cansaço e calor. A bebida é gratis.
Fundada em 1891, a Bodegas Irachetem sede perto de um antigo monastério na pequena localidade de Ayegui, nos vales de La Solana, San Esteban de La Solana y Condado de Lerin, na Provincia de Navarra, Espanha. O monastério de Ayegui foi o primeiro hospital para peregrinos do Caminho de Santiago e fica perto de uma antiga cidade romana chamada Estella, também de interesse turístico.
A fonte de vinho foi construida em 1991 e funciona 12 horas por dia. Junto com a fonte estão avisos sobre beber com moderação e palavras de incentivo aos peregrinos – além de uma webcam.
A Bodegas Irache tem cerca de 150 hectares de uvas dos tipos Tempranillo, Garnacha, Cabernet Sauvignon, Merlot, Graciano, and Mazuelo (tintos) e Viura, Chardonnay and Malvasía entre os brancos.
A empresa ainda mantém um Museu do Vinho onde, ao lado de cerca de 200 peças antigas relacionadas ao vinho, estão garrafas de colhetias formidáveis entre 1933 e 1987.
Para saber mais acesse http://www.irache.com/
(*) Rogério Ruschel é jornalista e consultor especializado em sustentabilidade e gosta de vinho tempranillo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *