Vinícola Aurora cria Gioia, marca exclusiva para vinhos com Indicações Geográficas

Tempo de leitura: 5 minutos

Por Rogerio Ruschel

Meu estimado leitor ou leitora, outra boa novidade no portfólio dos agroalimentos brasileiros: parece que nosso setor vitivinícola está mesmo convencido de que a origem e a identidade dos produtos agrega diferencial de marketing e valor de mercado. A Vinícola Aurora, de Bento Gonçalves, Rio Grande do Suol, sai na frente e lança a linha GIOIA, que, segundo informações que me enviaram, na tradução do italiano, significa “alegria”. “A nova marca apresenta produtos com garrafas numeradas e limitadas, que buscam a expressão máxima do terroir de cada local, elaborados exclusivamente em regiões demarcadas com Indicações Geográficas brasileiras, seja Indicação de Procedência (I.P) ou Denominação de Origem (D.O).“

Para a estreia da marca, que também comemora os 90 anos da vinícola, a Aurora elaborou dois produtos inéditos dentro do portfólio de mais de 220 itens: o Gioia Merlot 2018 D.O Vale dos Vinhedos, o primeiro vinho nobre da empresa (ou seja, com teor alcoólico de 14,1% a 16%), e o Gioia Sur Lie Nature I.P Pinto Bandeira 2016, o primeiro espumante sem dégorgement da Aurora. (Dégorgement é um processo no qual, depois da segunda fermentação de um espumante – que gera pressão interna – o gargalo é congelado, corta-se a tampa de metal e a própria pressão de dentro da garrafa expulsa a borra).

Segundo Renê Tonello, presidente do Conselho de Administração da Vinícola Aurora, “Há mais de um ano e meio estamos desenvolvendo este projeto que levará produtos de extrema qualidade ao consumidor. É apenas o início do caminho que a Aurora está explorando e que deve ser ampliado com novos produtos ícones. São rótulos complexos, que carregam estilos diferentes de outras linhas da vinícola, mas que irão agradar todos os públicos”, acredita.

A cooperativa caprichou: a linha GIOIA inclui embalagens marcantes dos dois produtos. Com acabamento bacana, os rótulos são modernos e alegres, trazendo a cor laranja como destaque, e caixa de seis unidades do Gioia Merlot 2018 D.O Vale dos Vinhedos em madeira. O vinho tem 26 mil garrafas numeradas e será comercializado em todo o país, em lojas especializadas e e-commerce parceiros.      

Ainda não desgustei, então inform o que está na ficha dos produtos: “elaborado no Vale dos Vinhedos – única região do Brasil com Denominação de Origem (D.O) – o Gioia Merlot 2018 D.O Vale dos Vinhedos é um produto com 15% de teor alcoólico e passagem de 12 meses por barrica de carvalho francês. De cor vermelha rubi intensa com traços violáceos, apresenta no olfato alta intensidade aromática, com expressivo caráter varietal da Merlot e excelente harmonia. É marcado pelos aromas de frutas como cereja e notas de carvalho, como caramelo, cacau, café e baunilha. No paladar é estruturado de taninos elegantes e aveludados, com grande volume de boca. A uva Merlot tem se mostrado muito capaz, resultando em excelentes produtos.” O enólogo-chefe da Vinícola Aurora, Flavio Zilio elogia a Merlot: “Serra Gaúcha tem uma relação muito grande com a variedade e no Vale dos Vinhedos é ainda maior. A Merlot é a uva tinta símbolo da nossa região”, pontua.

Já o segundo rótulo, o Gioia Sur Lie Nature I.P Pinto Bandeira 2016, terá apenas mil unidades. É um espumante em sua forma mais original, sem dégorgement e, consequentemente, sem dosagem pós-dégorgement de licor de expedição. Por não passar por este afinamento, a autólise das leveduras ocorre enquanto a garrafa mantém-se fechada, sendo o grande diferencial deste exemplar. O espumante continua envelhecendo por tempo indeterminado e a decisão de interromper esse processo é única e exclusivamente do consumidor, que decidirá o tempo de maturação da bebida, para apreciá-la conforme sua preferência. “A técnica conhecida pelo nome sur lie permite que a bebida permaneça em constante evolução, na presença de leveduras, até a abertura da garrafa, quando o espumante atinge sua plenitude”, explica Zilio.

Também não degustei, então repito o que a ficha informa: “O blend reúne Chardonnay (60%), Pinot Noir (30%) e Riesling Itálico (10%) rexultando em uma bebida de coloração amarelo claro, com perlage abundante e turbidez natural pela presença das leveduras. Com maturação mínima de 24 meses, esse espumante possui aromas que remetem à doçura de damascos e à robustez de amêndoas tostadas, com cremosidade bem presente. Toques elegantes de flores como a laranjeira se destacam, acompanhando seu paladar de acidez delicada. Harmoniza bem com ostras gratinadas, moqueca capixaba, ceviche de frutos do mar, carpaccio de polvo, canapés e pratos com carnes brancas”.

“A rainha das uvas brancas, a Chardonnay, representa 60% da composição deste sur lie, ao lado das variedades Pinot Noir e Riesling Itálico, formando uma trinca perfeita. As cultivares se adaptaram extremamente bem ao terroir de Pinto Bandeira, que já tem como vocação natural e excelência para elaboração de espumantes”, garante o enólogo-chefe da Vinícola Aurora. Pinto Bandeira, também na Serra Gaúcha, com altitude média de 730 metros acima do nível do mar, é a segunda região demarcada a conquistar a Indicação de Procedência (IP) no Brasil.

O espumante Gioia Sur Lie Nature I.P Pinto Bandeira 2016 está sendo vendido exclusivamente na Vinícola Aurora, na loja da unidade matriz, em Bento Gonçalves (RS), com envio para todo o país.

Recebo com muita atenção a entrada da Vinícola Aurora nos segmentos de maior valor dos vinhos. Brindo a isso.


Foto de Eduardo Benini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.