Economia

Pirarucu de Mamirauá, o gigantesco peixe da Amazônia, batiza a mais nova Denominação de Origem do Brasil

Pirarucu de Mamirauá, o gigantesco peixe da Amazônia, batiza a mais nova Denominação de Origem do Brasil

4 minutos Por Rogerio Ruschel Prezado amigo ou amiga, aos poucos estamos aprendendo a dar valor a nossos produtos de base local, aqueles que só determinado território tem e que consumidores de outras partes, até mesmo do exterior, adorariam conhecer. Na história de hoje tenho certeza disso, porque o pirarucu (Arapaima gigas), o gigantesco (e lindo) peixe da Amazônia foi reconhecido dia 13 de juho de 2021 como um patrimônio da região de Mamirauá. E posso garantir que é um patrimônio delicioso, porque já Continue lendo

Muçulmanos produziam e exportavam vinhos na Sicília nos séculos IX a XI – embora a religião não permita seu consumo

Muçulmanos produziam e exportavam vinhos na Sicília nos séculos IX a XI – embora a religião não permita seu consumo

2 minutos Baseado em texto de Ana Gómez, publicado em Vinotur; editado por Rogerio Ruschel El vino, cujo consumo está prohibido por en el Islam, pero se ha descubierto que en la “Sicilia islámica” entre los siglos IX y XI, se producía y exportaba vino desde el puerto de Palermo hasta las tierras cristianas, convirtiendo a Sicilia en el centro del comercio del vino del mediterráneo. Los investigadores de la estructura BioArCh de la Universidad de York, han demostrado que los musulmanes de Sicilia Continue lendo

Os 20 benefícios dos produtos e do turismo com identidade territorial para o desenvolvimento local

Os 20 benefícios dos produtos e do turismo com identidade territorial para o desenvolvimento local

7 minutos Por Rogerio Ruschel* Meu prezado leitor ou leitora, nossos municípios foram duramente atingidos pela pandemia, especialmente os pequenos, porque práticamente todos os setores econômicos entraram em crise ao mesmo tempo: o comércio, a agricultura familiar, o turismo e as cadeias produtivas associadas a eles. Pois agora os potenciais consumidores dos produtos e serviços destas atividades estão ansiosos pela volta ao “normal” e começam a reaprender a trabalhar, a viajar, a consumir. Então dirigentes e gestores das cadeias produtivas do comércio, turismo, gastronomia, Continue lendo

96% da área de vinhedos na Espanha está em territórios com denominação de origem (Identidade Geográfica)

96% da área de vinhedos na Espanha está em territórios com denominação de origem (Identidade Geográfica)

3 minutos Por Rogerio Ruschel Meu prezado amigo ou amiga, a Espanha é um dos três maiores produtores mundiais de vinhos e também um dos maiores exportadores. Todos os anos compete com a França e a Itália por uma das três primeiras posições. Então é importante saber que este poderoso país vitivinicultor se posiciona no mercado internacional utilizando a proteção e agregação de valor de produtos certificados com Identidade Geográfica. Como você sabe, produtos com uma denominação de origem valorizam sua identidade, o que Continue lendo

Saiba porque produtos locais estão atraindo Investimento Social Privado e a atenção do GIFE

Saiba porque produtos locais estão atraindo Investimento Social Privado e a atenção do GIFE

6 minutos Brinde do GIFE para palestrantes, foto de Sonia Consiglio Favaretto Por Rogerio Ruschel Incentivar cadeias produtivas nos municipios nocauteados pela pandemia é o investimento social (privado ou público) com retorno mais rápido e duradouro para socorrer a economia local. Meu prezado leitor ou leitora, uma revolução silenciosa mas de enorme importância para nosso país está acontecendo longe dos olhos da chamada “grande mídia” que só tem visto problemas da coronavirus. Estou falando da mobilização de pessoas, entidades e organizações pela valorização dos Continue lendo

Rio Grande do Sul colheu 800.000 toneladas de uva em 122 municípios: uma safra muito boa para vinhos que prometem qualidade

Rio Grande do Sul colheu 800.000 toneladas de uva em 122 municípios: uma safra muito boa para vinhos que prometem qualidade

4 minutos Por Rogerio Ruschel, com texto da Conceito.com Meu prezado leitor ou leitora, no periodo de metade de janeiro a comecinho de março aproximadamente os brasileiros colhem a safra anual de uvas – tanto para consumo na mesa quanto para produção de sucos ou vinhos. Pelos meus calculus, ea atividade da vitivinicultura envolve direta ou indiretamente cerca de5 milhões de pessoas em pelo menos 170 localidades e municípios em 40 regiões de 10 Estados brasileiros. As avaliações iniciais falam em uvas de qualidade Continue lendo

510 bilhões de Reais por ano: este é o valor das 3.207 Indicações Geográficas de  alimentos e bebidas de 28 países europeus (em 2017)

510 bilhões de Reais por ano: este é o valor das 3.207 Indicações Geográficas de alimentos e bebidas de 28 países europeus (em 2017)

7 minutos O valor agregado a um produto europeu com Indicação Geográfica Por Rogerio Ruschel, com dados da Comissão da Agricultura da União Europeia Meu prezado leitor ou leitora, a Comissão Europeia divulgou dia 20 de abril de 2020, em Bruxelas, um relatório sobre o valor das Indicações Geográficas – IG para os países do bloco. Você sabe: IGs são registros de territórios que agregam valor aos produtos daquele território, porque criam diferenciais exclusivos e elevam os preços; por exemplo, Roquefort para queijos, Borgonha Continue lendo

Do Pau-Brasil abandonado ao Guaraná protegido: de olho na certificação de origem dos produtos brasileiros mais tradicionais

Do Pau-Brasil abandonado ao Guaraná protegido: de olho na certificação de origem dos produtos brasileiros mais tradicionais

10 minutos Por Rogerio Ruschel Com 521 anos de história o Brasil reconhece sua primeira Indicação Geográfica indígena e cria o único “terroir com alma” do mundo: o Tekoha dos Sateré-Mawé. Meu prezado leitor ou leitora, fico feliz em poder escrever isso: parece que finalmente o Brasil está levando a sério o reconhecimento do valor de seus produtos locais, nativos, que estamos acreditando qaue vale a pena agregar valor ao nosso próprio patrimônio, especialmente no que se refere a agroalimentos. Esta percepção de valor Continue lendo

Origens Brasil: uma rede de negócios sustentáveis na Amazonia, onde a união faz a força

Origens Brasil: uma rede de negócios sustentáveis na Amazonia, onde a união faz a força

10 minutos Foto de Simone Giovine, AFP Por Rogerio Ruschel EXCLUSIVO – Entrevista com Luiz Brasi Filho, coordenador de mercado da Rede Origens Brasil. Estimado leitor ou leitora, recentemente um grupo de grandes empresas brasileiras e estrangeiras solicitou ao governo brasileiro providências para conter o desmatamento. Segundo sua mensagem, é estratégico compreender a importância do uso sustentável dos recursos naturais do país, porque “Em nenhum momento da história o futuro da humanidade e do planeta dependeu tanto da nossa capacidade de entendimento de que Continue lendo

Espanha anuncia faturamento de 23,7 bilhões de euros com a indústria do vinho em 2019

Espanha anuncia faturamento de 23,7 bilhões de euros com a indústria do vinho em 2019

6 minutos Por Rogerio Ruschel Prezado amigo ou amiga, em novembro passado, a Interprofisional del Vino de Espana – OIVE (a entidade representativa das cadeias produtivas do vinho espanhol, tanto na produção quanto na comercialização) divulgou um relatório sobre “A importância económica e social del setor vitivinícola na Espanha”. Os números são espantosos – como um VAB (Valor Acrescentado Bruto) de 23,7 bilhões de euros. Mas talvez a grande conclusão seja essa: a cada Euro investido ou movimentado pelo setor vitivinícola, a economía espanhola Continue lendo